Ainda não é o ideal, mas Palmeiras de Vanderlei Luxemburgo mostra evolução em vitória sobre o Santos; entenda


Na coluna PAPO TÁTICO, Luiz Ferreira destaca os detalhes do clássico e a atuação correta do Verdão no Morumbi

Que Vanderlei Luxemburgo é um dos treinadores mais vitoriosos do Brasil, isso ninguém duvida. Tanto que a cobrança em cima do seu trabalho no Palmeiras vem sendo bem forte nesses últimos dias (com direito a protesto de torcida e nota oficial da diretoria acusando hackers e afins de desestabilizar a equipe). De quaquer maneira, já era público e notório que o time não vinha rendendo o esperado nas últimas partidas. No entanto, a vitória por 2 a 1 sobre o Santos de Cuca neste domingo (23) deixou a impressão de que o “pofexô” começou a encontrar a formação mais adequada para sua equipe do Palmeiras dentro do qualificado elenco que possui. Principalmente a partir das boas atuações de Luiz Adriano, Willian Bigode e (principalmente) do garoto Patrick de Paula, o melhor em campo na humilde opinião deste que escreve. Luxa encontrou um caminho que pode ser bom para ele e o Palmeiras.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

É bem verdade que o Santos esteve tão bem como nas vitórias sobre o Athletico Paranaense e o Sport Recife. Por outro lado, é preciso reconhecer que o Palmeiras mostrou um leque maior de opções de jogadas de ataque. Principalmente com a chegada forte dos volantes Bruno Henrique e Patrick de Paula na intermediária adversária para dar opção de passe ou tentar o chute ao gol defendido por João Paulo, o grande nome do primeiro tempo com pelo menos três defesas difíceis. Ao mesmo tempo, Luxemburgo tinha que lidar com a lesão de Marcos Rocha, lateral que aparece bastante no ataque e com uma certa lentidão nas transições ofensivas. Principalmente com Rony e Lucas Lima, jogadores que receberam o voto de confiança do treinador, mas que seguem devendo atuações mais consistentes. Gol mesmo, só com pênalti marcado com o auxílio do VAR e a cobrança de Luiz Adriano que João Paulo quase defendeu.

Vanderlei Luxemburgo teve na chegada dos volantes Bruno Henrique e Patrick de Paula a sua principal arma ofensiva do seu 4-2-3-1. Já Cuca repetiu o 4-3-3 das últimas partidas, mas viu sua equipe sofrer para encontrar espaços no ataque apesar do rápido trio ofensivo. A rigor, só uma chance no primeiro tempo com Marinho chutando pra fora.

Cuca viu o Santos crescer na partida depois que sacou Diego Pituca e Kaio Jorge para as entradas de Lucas André e Jobson. O primeiro sofreu a falta e o segundo desviou de cabeça antes de Ramires (substituto de Bruno Henrique) tocar de cabeça contra as próprias redes. A saída de Marinho por lesão, no entanto, tirou bastante do ímpeto ofensivo do Peixe e acabou sobrecarregando Soteldo pela esquerda. Do outro lado, o Palmeiras retomava o controle do jogo a partir da entrada de Willian Bigode no lugar de Rony numa reorganização do time no 4-3-1-2 preferido de Luxemburgo (até a entrada de Gustavo Scarpa pela direita e a volta ao 4-2-3-1 mais nítido e organizado do primeiro tempo). Se Gabriel Menino fazia boas chegadas pela direita, Patrick de Paula comandava o meio-campo e dava suporte a Ramires, jogador experiente, mas que não tem o mesmo fôlego de outros anos.

Com o Palmeiras um pouco mais compacto do que no primeiro tempo (e concedendo menos espaços entre suas linhas), todo o setor ofensivo passou a pressionais mais a saída de bola do Santos. Tanto que o golaço de Patrick de Paula nasceu justamente de uma bola interceptada por Lucas Lima a partir de virada de jogo errada de Jobson. O camisa 5 lançou Willian Bigode na esquerda e se projetou para a área para bater de primeira e estufar as redes de João Paulo. O Santos ainda tentou se lançar novamente ao ataque com as entradas de Madson e Marcos Leonardo e criou boas chances com Soteldo e o já citado camisa 13 em cabeçada bem defendida por Weverton. O Palmeiras seguiu controlando o jogo e teve ainda mais calma para esperar o apito final depois que Alison foi expulso depois de falta feia em cima de Mayke já nos acréscimos. Não foi uma boa atuação, mas já é possível ver uma melhora.

Palmeiras vs Santos - Football tactics and formations

O Santos voltou melhor do intervalo com as mexidas de Cuca, mas a saída de Marinho acabou com a velocidade do time. Vanderlei Luxemburgo reorganizou sua equipe e teve em Patrick de Paula o grande nome da sua equipe com um golaço e boa movimentação por todo o campo, seja defendendo ou pisando na área adversária para concluir a gol. Alison ainda seria expulso no final da partida.

Também é preciso dizer que o Palmeiras, apesar da atuação razoável na vitória contra o Santos, ainda tem problemas crônicos, como a lentidão no ataque e o espaço entre seus setores (principalmente entre a defesa e o meio-campo). Além disso, Vanderlei Luxemburgo também pode se ajudar e apostar em outros jogadores que pedem passagem. Como o atacante Willian Bigode. Não é a primeira vez que o camisa 29 entra bem numa partida e dá mais fluidez e velocidade ao setor ofensivo. Mesmo assim, a falta que Dudu faz no elenco palmeirense ainda é imensa. Além de ser o jogador “diferente” do time, o antigo camisa 7 conseguia jogar em todas as posições do ataque e completava bem o futebol de Luiz Adriano. Falta também no time um organizador de jogadas que Raphael Veiga e Lucas Lima ainda não conseguiram ser. E o esquema de Luxa depende de um atleta com essa capacidade de criação no meio-campo.

Por mais que a atuação do Palmeiras ainda esteja longe do ideal, Vanderlei Luxemburgo encontrou um caminho a seguir a partir da escalação de Bruno Henrique, Gabriel Menino e (principalmente) Patrick de Paula. Ainda falta encontrar as peças corretas para que seu esquema preferido (o 4-3-1-2) funcione de acordo com as expectativas do seu torcedor. Há como o Verdão jogar mais e melhor com esse elenco.

LEIA MAIS:

Palmeiras x Santos: assista aos gols do clássico paulista no Brasileirão

Santos perde para o Palmeiras e vira piada na web; veja memes

Ainda não é o ideal, mas Palmeiras de Vanderlei Luxemburgo mostra evolução em vitória sobre o Santos; entenda – Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.

Fonte: torcedores.com
Author: Luiz Ferreira

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: