Brasília se prepara para a etapa nacional de Roland-Garros Junior


O calendário esportivo brasileiro da modalidade que consagrou Gustavo Kuerten como um dos maiores ídolos do país retoma as atividades profissionais na capital federal, que vai receber pela primeira vez em sua história, de 6 a 10 de setembro, o Roland-Garros Junior Wild Card Series. Os campeões do famoso torneio, que reúne atletas de todo o país, das categorias 18 anos, conquistam também a oportunidade de disputar uma vaga na chave principal do Grand Slam francês, previsto para acontecer em Paris no início do mês seguinte.

 

A iniciativa organizada pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT), Federação Brasiliense de Tênis, com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer, foi autorizada por meio do Decreto Nº 41.150, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), desta quarta-feira (26), e deve respeitar rígidos protocolos de segurança (VEJA AQUI). Entre as normas determinadas estão a ausência de público, o número reduzido de competidores, que deverão ser submetidos previamente aos exames de Covid-19, assim como os demais profissionais envolvidos; a desinfecção de todos os equipamentos e ambientes da quadra, antes e após os treinos.

 

As secretarias de Esporte e Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal (DF Legal) estão responsáveis pela fiscalização do evento. “A primeira atividade profissional que teve seus eventos profissionais autorizados foi o futebol de campo, que finaliza nesta semana o Candangão 2020, sem registrar um caso de Covid-19 entre os atletas. E vamos trabalhar para que o tênis também dê exemplo ao país de como retornar o calendário esportivo sem colocar em risco a saúde de seus praticantes”, enfatiza a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão.

 

A etapa brasileira do Rolland-Garros acontece, neste ano, com a participação de 16 jogadores masculino e feminino, que devem estar entre os melhores colocados no ranking ITF (International Tennis Federation). Os vencedores disputarão, ainda, uma seletiva com os campeões da Índia, do México e da China.  Quem se sair melhor na disputa segue para Paris. “Será um evento diferente para todos nós, tanto para a organização como para os atletas, que vão seguir todos os protocolos, e retomar as atividades profissionais do tênis. Estaremos bem atentos”, explica o presidente da Federação Brasiliense de Tênis, Sérgio Oprea.

 

As etapas brasileiras do evento são itinerantes e acontecem desde 2015, por meio de uma parceria entre a CBT e a Federação Francesa de Tênis, que inclui capacitações, intercâmbios e treinamentos em conjunto. No Brasil, o evento já passou por cidades como Florianópolis (SC), São Paulo (SP) e Itajaí (SC). A entidade prevê, ainda neste ano, a realização do Circuito de Tênis Profissional, o Aberto de Brasília de Beach Tennis Profissional e um torneio de tênis em cadeira de rodas.

 

FOTOS CEDIDAS PELA FEDERAÇÃO BRASILIENSE DE TÊNIS DA ÚLTIMA EDIÇÃO DO TORNEIO

Fonte: agenciabrasilia / esporte.df.gov.br
Author: Bianca Moura Santos

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: