Brasiliense elimina Vila Nova nos pênaltis e vai para a final da Copa Verde


Por Victor Parrini

Valendo vaga na grande final da Copa Verde 2020, na tarde desta quinta-feira (18/2), jogando no estádio Serejão, em Taguatinga, o Brasiliense recebeu o Vila Nova-GO, pelas semifinais do torneio regional. Na partida de ida, em Goiânia, a equipe do Distrito Federal levou vantagem sobre os goianos, ao vencer por 2 x 0. No tempo regulamentar, os goianos venceram por 3 a 1, empataram o agregado e forçaram os pênaltis. Nas cobranças, o Jacaré venceu por 5 x 3 e garantiu a vaga na final.

Devido à vantagem adquirida na partida realizada em solo goiano, o Brasiliense poderia perder por até um gol de diferença. Na primeira metade de jogo, Zé Love tratou de abrir o placar para o Jacaré e aumentar a vantagem amarela. Mais tarde, aos 25 minutos, Alan Mineiro, em cobrança de falta deixou tudo igual no primeiro tempo. No segundo tempo, os goianos marcaram outras duas vezes e forçaram a definição por pênaltis. Na decisão da marca do cal, o brilho de Sucuri garantiu a vaga.

Equilíbrio nos primeiros 45 minutos

Os primeiros minutos de jogo foram de alguns toques de bola, com as duas equipes se respeitando bastante. E pela vantagem no placar agregado, além de jogar em casa, o Brasiliense controlava mais os primeiros minutos de jogo, administrando mais a posse de bola nos primeiros minutos de partida. Aos 12, o Jacaré mostrou o cartão de visitas, em finalização de Sandy, de fora da área, porém, a bola subiu demais, sem perigo à meta goiana.

Gostando do jogo, aos 14 minutos, o Brasiliense foi novamente ao ataque, e foi recompensado. Assim, em jogada pela direita, Diogo encontrou Badhuga, que acertou um belo cruzamento para Zé Love que, de cabeça, abriu o placar no Serejão. Após sofrer o gol, a equipe do Vila Nova-GO tentou pressionar o Jacaré, mas não conseguia passar pela forte marcação amarela. Com as duas defesas bem postadas, por volta dos 20 minutos a partida ficou presa a toque de bola no meio de campo.

Sem desistir, o Vila Nova-GO foi em busca do gol de empate. A oportunidade surgiu com Alan Mineiro, em cobrança de falta. Dessa forma, o camisa 10 da equipe goiana não desperdiçou a chance e fez um belo gol de bola parada. Aos 35, após escanteio, os goianos chegaram novamente com perigo, quando a defesa do Brasiliense não conseguiu afastar a bola, que ficou rondando frente a meta defendida por Sucuri.

O fim do primeiro tempo foi de pressão do Tigre, que não deixava o Brasiliense sair do seu campo de defesa. Porém, aos 44 minutos, em contra-ataque puxado por Zé Love, Jefferson Maranhão recebeu pela ponta direita, cortou para dentro e tentou um chute colocado, na última ação no primeiro tempo. O placar dos primeiros 45 minutos foi o empate, reflexo do equilíbrio entre as duas equipes.

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Vila força penalidades

Com o empate no placar, a expectativa era de um segundo tempo mais aberto, com oportunidades de ataque para as duas equipes. Isso porque, naquela altura, o Vila Nova-GO precisava fazer pelo menos dois gols para levar aos pênaltis, e três ou mais tentos para avançar no tempo normal. Assim, aos quatro minutos, Balotelli arriscou de fora da área, a bola passou rente ao travessão, levando perigo à meta colorada.

Posteriormente, aos 10 minutos, após troca de passes no setor ofensivo, Balotelli cruzou para Zotti, que cabeceou no canto direito de Fabrício, mas a bola foi pela linha de fundo. Já aos 11, a resposta da equipe goiana veio com Henan, que recebeu belo passe de Celsinho, que deixou o atacante frente a frente com Sucuri, que fez grande defesa, espalmando para escanteio.

Aos 19 minutos, após cruzamento de Alan Mineiro, Matheus Porto recebeu e bateu desequilibrado, no canto direito de Sucuri, que só acompanhou o lance. Um minuto depois, em cobrança de escanteio, a bola passou perigosamente à frente da defesa amarela, mas sem desvios. Contudo, o árbitro assinalou pênalti de Diogo em Matheus Porto. Alan Mineiro foi para a cobrança, bateu forte no meio do gol de Sucuri, fazendo 2×1 Vila Nova-GO.

Com o gol, o time goiano viu o Jacaré avançar às linhas defensivas. Aos 23, Diogo finalizou próximo ao travessão. A tática parecia ter efeito positivo até os 32. Alan Mineiro ganhou no pé de ferro e rolou para João Pedro, livre, soltar uma bomba e fazer o terceiro. Com tudo empatado no agregado, o jogo voltou a ficar aberto para os dois lados. Com 39, o Brasiliense tentou em bola parada, mas o desvio acabou saindo por cima do gol.

Três minutos depois, o time goiano voltou a assustar. Kallyl recebeu na entrada da área, mas chutou por cima do gol de Sucuri. Com o tempo regulamentar chegando ao final, as duas equipes passaram a acusar o cansaço da intensa partida. Nos minutos derradeiros, o temor de sofrer um gol que definiria a classificação do adversário pesou. Desta forma, Brasiliense e Vila Nova diminuíram a intensidade até o apito final.

Penalidades

O Brasiliense abriu a série com o atacante Michel Platini marcando. Alan Mineiro bateu com categoria e empatou. Wagner Balotelli deslocou e converteu para o Jacaré. Dudu também bateu bem para o Vila Nova. Sandy recolocou a equipe do DF na frente. Celsinho cobrou na direita e novamente igualou. Aldo também não desperdiçou. Na sequência, Sucuri e pegou a de João Pedro. Tobinha também acertou e garantiu a vaga amarela.

Foto: Bruno Henrique de Moira

BRASILIENSE 1 (5)
Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan e Sandy; Aldo , Balotelli e Zotti (Michel Platini); Maicon Assis (Peninha), Jefferson Maranhão (Rodrigo Fumaça) e Zé Love (Tobinha). Técnico: Vilson Tadei
Pênaltis: Michel Platini – Balotelli – Sandy – Aldo – Tobinha

VILA NOVA-GO 3 (3)
Fabrício; Celsinho, Saimon , Nilson Júnior (Danrlei) e W. Formiga; Yuri (Maurinho), Dudu e Alan Mineiro; João Pedro, Marcos Paulo (Kallyl) e Henan (Matheus Porto). Técnico: Márcio Fernandes
Pênaltis: Alan Mineiro – Dudu – Celsinho – – João Pedro

O post Brasiliense elimina Vila Nova nos pênaltis e vai para a final da Copa Verde apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Victor Parrini

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: