Castelinho limpo e seguro para príncipes, princesas e o reino infantil


Atração da criançada no Parque da Cidade, espaço recebe limpeza geral

 

De longe, a construção lembra uma fortaleza mourisca. De perto, uma versão reduzida das construções medievais dos contos de fadas. Concebido para ser um dos maiores playgrounds a céu aberto da capital, o Castelinho do Parque da Cidade é um espaço cativo da população, razão pela qual está em constante processo de manutenção. Pelo menos de 15 em 15 dias, o local recebe um mutirão.

 

“Existe um cronograma em que mapeamos esses espaços para ser feita manutenção e limpeza”, conta o administrador do parque, Silvestre Rodrigues. “Além do Castelinho, o roteiro inclui os trabalhos de melhorias no Parque Ana Lídia, no Autorama, no parquinho do Estacionamento 3 e nos pedalinhos”, detalha.

 

Na semana passada, o Castelinho recebeu os reforços da equipe do GDF Presente. A operação reuniu 20 pessoas, entre terceirizados, trabalhadores da Novacap e internos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), órgão ligado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

 

A faxina foi geral e começou com um caminhão-pipa jogando água por toda a estrutura do Castelinho. Depois, produtos de higienização foram esparramados por toda a área, dando início à varrição do teto, parede e chão. Na sequência, um novo jato de água foi lançado no espaço para enxaguar.

 

“Enquanto esse trabalho com água é feito, outra equipe rastela ao redor, tirando todo tipo de lixo, inclusive lixo perigoso para crianças, como barra de ferro, garrafas, coisas assim”, comenta o servidor Igor Shiratori, que trabalha na administração do Parque da Cidade. “Normalmente, é o trabalho de um dia todo.”

 

Frequentadores do parque há muitos anos, os estudantes Gabriel Gomes, 19 anos, e João Vítor Soares, 24, elogiam os trabalhos de manutenção e limpeza das áreas de lazer no local. “É sempre necessário; ninguém gosta de frequentar um ambiente sujo, ainda mais se for para brincar, usar como área de lazer, piquenique, esse tipo de passatempo”, observa Gabriel.

 

 

 

Pandemia

Durante a pandemia de covid-19, o Parque da Cidade, com seu amplo horizonte arejado e ar livre a perder de vista, tem sido procurado por um público maior nos últimos meses. Por ter uma grande área, o local é procurado, já que permite que as pessoas se divirtam mantendo o devido distanciamento social e as demais medidas preventivas contra o coronavírus.

 

Segundo dados da instituição, o número de frequentadores aumentou 40%. “Antes era um público entre 14 e 17 mil pessoas por dia útil; agora, estamos com 25 mil a 30 mil”, contabiliza Silvestre. “Cada dia do fim de semana está passando de 100 mil.”

 

Segurança

Os trabalhos constantes de manutenção, prevenção e limpeza dos ambientes de lazer do Parque da Cidade fazem parte do empenho da gestão local em estreitar ainda mais as relações do lugar com o público da cidade. Por meio dos serviços intensivos da vigilância do parque e também da Polícia Militar, o Castelinho já deixou de ser palco de arruaças e vandalismo.

 

“Ainda tem resquício de pichação, mas está um ambiente muito menos hostil para as crianças agora”, assegura Igor Shiratori. “O parque sofreu nas últimas décadas por falta desse serviço preventivo e de manutenção, mas agora a gente está mudando isso”, reforça o administrador Silvestre Rodrigues.

 

TEXTO E FOTOS DE AGÊNCIA BRASÍLIA 

Fonte: agenciabrasilia / esporte.df.gov.br
Author: Bianca Moura Santos

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: