Ceilândia vence o Gama e pula para o segundo lugar no Candangão


O quadrangular semifinal do Campeonato Candango tem um novo vice-líder. Na tarde deste sábado (1º/5), o Ceilândia visitou o Gama no estádio Defelê, na Vila Planalto, e levou a melhor no confronto direto. Aos fim de 90 minutos com chances para os dois lados, o Gato Preto venceu o Periquito por 1 a 0, ultrapassou o rival direto na classificação e agora fechar o grupo dos dois finalistas, ao lado do líder Brasiliense.

Franca, a partida teve bons momentos para os dois lados. Com a pontaria mais afiada, o Ceilândia colocou bola na trave e levou mais perigo. Ainda no primeiro tempo, o alvinegro conseguiu abrir vantagem no marcador. Na etapa final, o Gato Preto desperdiçou chances de matar o jogo, enquanto o alviverde não acertou o alvo e não conseguiu deixar a partida com um resultado positivo.

Foto: Alan Rones/Ceilândia EC

Ceilândia com melhor pontaria

Animada, a partida começou com boas chances para os dois lados. O alviverde, por exemplo, criou tramas ofensivas nos cinco primeiros minutos, mas não acertou o alvo em nenhuma delas. O Ceilândia respondeu com estilo. Aos seis, Liel desviou cobrança de escanteio e carimbou a trave do Gama. Willian desperdiçou a sequência. Em seguida, cada time teve um lance interceptado pela defesa adversária.

Com 12, Lucas Frank forçou Léo praticar boa defesa. O lance foi o último da frenética sequência inicial. Após isso, a partida perdeu ritmo. O marasmo durou até o Ceilândia abrir o marcador. Em novo escanteio, a zaga alviverde não conseguiu afastar e Gabriel Pedra chutou com força para fazer o gol alvinegro. Após o gol, o jogo voltou a um lapso de mais disputas, principalmente em jogadas no meio, e menos chances concretas.

Os erros de passes impediam as duas equipes de incomodar os adversários conforme fizeram na primeira metade da etapa inicial. A partida seguia em um ritmo mais estratégico, com as duas defesas conseguindo se sobressair aos ataques adversários. O atacante Willian ainda exigiu novamente boa defesa de Léo, mas não conseguiu ampliar a vantagem alvinegra no marcador.

Foto: Alan Rones/Ceilândia EC

Times tentam, mas não marcam

O Ceilândia criou o primeiro lance de perigo na etapa final em um novo embate entre Willian e Léo. Aos oito minutos, Matheus Bochecha cruzou rasteiro e o atacante parou no goleiro mais uma vez. O Gama respondeu pouco tempo depois, Mirray arriscou de longe, mas acabou errando o alvo. Depois, Lila também arriscou. Porém, acabou sendo interceptado pelo arqueiro Diego.

O Gama seguiu a blitz. Com 16, após bela jogada trabalhada, a bola chegou nos pés de Mirray. O meia, porém, isolou o chute de primeira. Em jogada de velocidade, Mirandinha mandou rente à trave de Léo. Apesar da correira dos minutos iniciais, o jogo perdeu intensidade conforme as equipes cansavam. Com a necessidade de fazer gols, o alviverde ampliou a pressão na reta final.

Na melhor chance, David Barboza perdeu de cara com o goleiro Diego, aos 39. Com 41, Ronaldo cabeceou cruzamento para fora. Conforme o Gama avançava, o Ceilândia ganhava espaços para tentar matar a partida em contra-ataques. No melhor deles, Willian avançou e tentou encontrar Matheus Silva, mas errou o passe. A jogada, porém, acabou não fazendo falta para o Ceilândia, que venceu por 1 a 0.

GAMA 0
Léo; Ronaldo, Marcão, Vinícius (Kasado) e João Gabriel; Filipe Werley, Matheus Lira (Lila ) e Mirray (Gustavo); Ueslei, Daniel Alagoano (David Barboza) e Igor Paim (Edu). Técnico: Victor Santana

CEILÂNDIA 1
Diego; Dennis (Igor Pato), Lucas Frank, Liel e Mateus Bochecha; Dogão, Giovani (Fernandinho) e Gabriel Pedra (Matheus Silva); Willian, Mirandinha (Andrezinho) e Wisman. Técnico: Adelson de Almeida.

O post Ceilândia vence o Gama e pula para o segundo lugar no Candangão apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Distrito do Esporte

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: