Com gol nos minutos finais, Brasiliense vence Atlético-GO pela Copa Verde


Por Victor Parrini

Na busca da vantagem no confronto de 180 minutos, em jogos de ida e volta, Atlético-GO e Brasiliense deram o pontapé inicial na briga pela vaga nas semifinais da Copa Verde 2020. Com uma primeira etapa bastante movimentada, quem aproveitou melhor as oportunidades foi o Jacaré, abrindo o placar com Maicon Assis. Na etapa final, os donos da casa se soltaram e até empataram, mas nos minutos finais, Tobinha garantiu a vitória amarela.

Com o triunfo, o Brasiliense trouxe uma vantagem para o Distrito Federal. No segundo jogo, programado para o próximo domingo (7/2), no estádio Serejão, em Taguatinga, o time amarelo jogará por qualquer empate. Em caso de vitória do Atlético-GO por um gol de diferença, a definição do semifinalista da Copa Verde será feita na cobrança de penalidades máximas.

Pressão amarela em Goiânia

Com o apito inicial, as duas equipes começaram a partida de forma lenta, trocando passes e buscando brechas nas defesas adversárias. Assim, aos cinco minutos, em jogada pela ponta, o Atlético-GO forçou Sucuri a fazer a primeira defesa da partida, de soco, após cruzamento perigoso de Gabriel Baralhas. O Brasiliense respondeu aos oito minutos, em cruzamento de Diogo, pela direita, que buscava Zé Love, porém, a defesa goiana afastou bem.
Buscando se soltar mais dentro de campo, a equipe do DF chegou novamente, desta vez, com Jefferson Maranhão, que avançou pelo lado direito, e arriscou chute forte de dentro da grande área, que foi afastado pela zaga do Dragão. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio perigosa de Zotti, o goleiro Gabriel afastou, o Jacaré organizou jogada com Maicon Assis, que cruzou para Keynan que cabeceou para o fundo do gol. Contudo, o defensor da equipe amarela estava em posição irregular.

A equipe da capital goiana respondeu aos 13 minutos, quando Baralhas partiu em velocidade, encontrou Ronald na ponta direita, que finalizou forte, mas não contava com a defesa de Sucuri. No minuto seguinte, Zé Love recebeu na grande área, de frente para o gol, mas teve seu chute travado. Posteriormente, aos 15, após cobrança de escanteio, Keynan desviou, a bola passou por toda a defesa, sobrando para Maicon Assis, que desviou para fora.

Com 20 minutos jogados, as duas equipes arriscaram mais, em busca de abrir o marcador. E assim, aos 27’, após cruzamento de Peu, a defesa rubro-negra afastou mal, a bola sobrou para Maicon Assis, que acertou um belo chute de primeira e colocou a bola no fundo do gol: 1×0 Brasiliense. Na desvantagem no placar, o Atlético-GO teve mais bola, tentou criar jogadas e empatar a partida, porém, sem êxito. O placar do primeiro tempo terminou favorável à equipe do Distrito Federal.

Foto: Heber Gomes/ Especial Metrópoles

Levando a vantagem na bagagem

Precisando correr atrás do prejuízo, os donos da casa iniciaram a segunda etapa controlando mais a bola, afastando-a de seu campo defensivo. E logo no primeiro minuto, o atacante Kevin arriscou um chute fraco de fora da área, sem perigo à meta do Brasiliense. O Atlético-GO chegou novamente aos 12 minutos, após cruzamento de Ronald, que Keynan afastou e evitou problemas maiores ao Jacaré.

Tendo mais a posse de bola na primeira parte da etapa final, aos 14 minutos, a equipe goiana chegou ao gol de empate com dois jogadores que entraram no segundo tempo. Dessa forma, após cruzamento de Nicolas, Gilvan subiu mais que todo mundo e cabeceou firme para o fundo da meta defendida por Sucuri, deixando tudo igual em Goiânia.

Após sofrer o gol de empate, o Brasiliense se soltou mais dentro de campo, a fim de correr menos riscos no campo defensivo. Dessa forma, o treinador do time candango, Vilson Tadei, promoveu mudanças na equipe, na tentativa de dar mais fôlego e velocidade nas jogadas do time amarelo. Aos 24 minutos, em disputa pelo alto, Balotelli e Baralha chocaram as cabeças e o jogo foi paralizado.

Aos 26 minutos, após cobrança de falta pela ponta esquerda, Peu levantou, Diogo desviou, mas sem perigo para o goleiro Gabriel Bernard. Aos 30, Peninha recebeu de Diogo e arriscou finalização de fora da área, mas a bola foi travada pela defesa rubro-negra. Nos minutos finais da partida, o Brasiliense pressionou o Atlético-GO e foi recompensado. Dessa forma, aos 43 minutos, após confusão da zaga goiana, Tobinha, atento e livre de marcação, empurrou para o fundo das redes: 2×1 Jacaré, que leva a vantagem na bagagem.

O que vem por aí

De olho na vaga à semifinal da Copa Verde 2020, Brasiliense e Atlético-GO voltam a se enfrentar no próximo domingo (7/2), às 15h30, no estádio Serejão, em Taguatinga. E com a vantagem conquistada em Goiânia, a equipe do Distrito Federal jogará por um empate, que garante a classificação à fase seguinte do torneio regional.

ATLÉTICO-GO 1
Gabriel Bernard; Juninho (Arnaldo), Oliveira (Gilvan), Michel e Carlos Henrique (Nicolas); Pereira, Rithely (Rodrigues), Baralhas e Ronald; Rian Lopes (Vitor Leque) e Kevin. Técnico: Eduardo Souza

BRASILIENSE 2
Sucuri; Diogo, Badhuga, Keynan e Peu (Sandy); Aldo, Balotelli, Maicon Assis (Tobinha) e Zotti (Carlos Eduardo); Jefferson Maranhão (Peninha) e Zé Love (Rodrigo Fumaça). Técnico: Vilson Tadei

O post Com gol nos minutos finais, Brasiliense vence Atlético-GO pela Copa Verde apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Victor Parrini

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: