Com três de Ana Keyla, Minas Brasília bate o Gama e se mantém na liderança


O encontro entre Minas Brasília e Gama, na tarde deste domingo (1), válido pela segunda rodada do Candangão Feminino, trouxe um teor nostálgico para as donas da casa.

O treinador Singol Santos, tricampeão Candango e Campeão Brasileiro pelo Minas, reencontrou, pela primeira vez, o trabalho iniciado em 2012 junto com as irmãs Albuquerque, porém, dessa vez, com as cores do alviverde candango.

O jogo

Os primeiros lances da partida revelaram o enredo que seria empregado na primeira etapa – pressão das mandantes e boas intervenções da goleira Myllene, cedida por empréstimo ao Gama pelo próprio Minas Brasília.

Logo aos dois minutos, Robinha descolou uma enfiada que encontrou a atacante Isa. Porém, a goleira gamense apareceu para abafar o lance e defender com tranquilidade.

A partida seguiu com enorme pressão do Minas Brasília. Em 11 minutos, quatro finalizações haviam sido desferidas.

Aos 12′, após bola alçada na área em cobrança de falta de Marcela Hulk, Lia aproveitou a sobra cedida pela defesa e arriscou de bicicleta. Entretanto, a finalização apenas encobriu a meta alviverde.

Três minutos mais tarde, aos 15′, Robinha arriscou finalização de longa distância e novamente a goleira Myllene apareceu para praticar a defesa.

Com 19 minutos, surgiu dos pés da camisa 10 do Minas Brasília um dos lances de maior perigo da partida, até então. Katrine, de falta, tirou tinta da trave esquerda da equipe do Gama.

No apagar das luzes da primeira etapa, um novo embate entre Robinha e Myllene. A meia do Minas, arriscou o arremate de fora da grande área, mirando o ângulo esquerdo. No entanto, mais uma vez, a goleira do Periquito espalmou o perigo.

Foto: Patricy Albuquerque/Minas Brasília

Segundo tempo

Na volta dos vestiários, a conversa e as alterações do técnico Rodrigo Campos surtiram maior efetividade. Em levantamento do canto esquerdo da grande área, Laine apareceu, livre, para tocar com perigo.

Poucos segundos depois, não teve jeito. Aos três minutos, em jogada similar com a anterior, Katrine recebeu e abriu para a lateral Jéssica cruzar com perfeição na cabeça de Ana Keyla, que tinha acabado de entrar – 1×0 Minas Brasília.

O canto direito defensivo seguiu como a maior dor de cabeça do treinador Singol Santos. Aos 30′, Katrine deu um drible da vaca na adversária, levou ao fundo e cruzou para Ana Keyla marcar o segundo dela na partida.

Não demorou a sair o terceiro gol do Minas. Ana Kayla finalizou bem, a goleira Myllene defendeu e, no rebote, Layne fez o dela.

Aos 48′, Katrine aproveitou a liberdade concedida pelas adversárias e finalizou de longa distância. A goleira gamense praticou novamente a defesa. Porém, Ana Keyla foi rápida e pegou rebote para fazer o terceiro dela e fechar o placar – 4×0.

Ficha técnica

Candangão Feminino 2020 – 2ª rodada
Minas Brasília Tênis Clube – Brasília – 01/11/2020, 15h30

Árbitro: Rafael Tosta da Silva
Assistentes: Eric Ramos Pinheiro e Leonardo dos Santos
Quarto árbitro: João Henrique Barbosa

Minas Brasília

Thalya; Suzana, Lia, Bia e Jéssica; Gabi Arcanjo, Juliana, Robinha e Katrine; Hulk e Isa
Técnico: Rodrigo Campos

Gols: Ana Keyla (3′ – 2T, 30′ – 2T e 48′ 2T) Layne (43′ 2T)
Cartão amarelo: Juliana
Cartão vermelho: não houve

Gama

Myllene, Camila, Diara, Ludmilla e Janaina; Kethlen, Joyce (Richelle), Vitoria, Kaylane, Susan e Letícia
Técnico: Singol Santos

Gols: não houve
Cartão amarelo: não houve
Cartão vermelho: não houve

O post Com três de Ana Keyla, Minas Brasília bate o Gama e se mantém na liderança apareceu primeiro em DF Sports Mais.

Fonte: dfsportsmais.com.br
Author: Marcus Rodrigues

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: