Copa Verde: Brasiliense será primeiro clube candango a jogar com uso do VAR


Por Danilo Queiroz

A tecnologia do árbitro de vídeo, enfim, chegará ao Distrito Federal, mas não será nos jogos do Campeonato Candango 2021. Finalista da Copa Verde da temporada 2020, o Brasiliense será o primeiro clube da capital a atuar em uma partida com uso da ferramenta. Isso porque o VAR será utilizado pela equipe de arbitragem nas duas partidas do torneio regional. O Jacaré definirá a competição contra o Remo-PA.

Como já dito no início desta matéria, o Candangão não faz uso do recurso. Outra competição organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) com participação de times locais, a Série D do Campeonato Brasileiro também não conta com o VAR. A exceção é a Copa do Brasil. O torneio, porém, usa a tecnologia somente a partir da fase de oitavas de final. Neste ano, Brasiliense e Gama caíram ainda na primeira fase.

O uso da ferramenta de vídeo nas duas partidas da decisão provocou, inclusive, uma mudança no local do primeiro jogo. Nos demais jogos disputados em casa na Copa Verde, o Brasiliense exerceu o mando de campo no estádio Serejão, em Taguatinga. O palco esportivo, porém, não possuí estrutura adequada para implementação do VAR. Com isso, o jogo passou para o Estádio Nacional Mané Garrincha.

Foto: Fernando Torres/CBF

“A CBF determinou que o VAR (Árbitro de vídeo) estará presente na decisão, assegurando que o campeão seja decidido de maneira mais transparente. Para atender todo o equipamento da equipe da ferramenta, o primeiro jogo da decisão, que seria na Boca do Jacaré, foi transferido para o Mané Garrincha”, explicou o Brasiliense, em nota publicada no site oficial, ao divulgar a mudança de palco.

Em Brasília, o comando da cabine do árbitro de vídeo ficará a cargo de Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE). No uso da tecnologia, ele será auxiliado por Alisson Sidnei Furtado (TO) e Clovis Amaral da Silva (PE). No campo de jogo, o responsável pelo apito será Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES). Nas bandeiras estarão Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES). Rodrigo Raposo (DF) será o quatro árbitro.

Foto: Fernando Torres/CBF

Mangueirão está apto

Palco da segunda partida da final da Copa Verde e casa do Remo-PA, o Mangueirão, em Belém, não terá problemas para receber toda a estrutura do VAR. O espaço, inclusive, já abrigou o recurso em uma partida das oitavas de final da Copa do Brasil de 2019 entre Paysandu-PA e Internacional-RS. O estádio paraense passou por uma vistoria técnica da CBF na última sexta-feira (19/2).

Brasiliense e Remo iniciam a busca pelo título da Copa Verde neste domingo (21/2). Às 15h30, as duas equipes entram no gramado do Estádio Nacional Mané Garrincha para disputar os primeiros 90 minutos da decisão. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (24/2), às 16h, no estádio Mangueirão. As duas equipes nunca conquistaram a Copa Verde e lutam pelo título inédito da competição regional.

O post Copa Verde: Brasiliense será primeiro clube candango a jogar com uso do VAR apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Danilo Queiroz

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: