De olho no mercado, Nepomuceno diz que Dátolo pretende ficar no Galo

Meia argentino chegou a ter seu nome bastante comentado no Fluminense nos últimos dias (foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Especulado no Fluminense nos últimos dias, o meia Dátolo tem a possibilidade buscar novos ares na carreira, haja visto que o jogador, que tem vínculo até o final do ano com o Atlético-MG, já pode assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe. Diante disso, muito se comentou que o argentino estaria forçando sua saída do clube mineiro, o que não deixou de ser comentado pelo presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, nessa terça-feira.




De acordo com o mandatário atleticano, o clube não irá criar obstáculos caso o jogador deseje se transferir para outra equipe, porém salientou que, em uma conversa entre os dois, o próprio Dátolo manifestou a intenção se seguir no Atlético-MG, apesar de a situação contratual do meia interferir nesta questão.

“Jogador só fica no Atlético se quiser jogar. Todos que forçaram algo para sair, saíram, e acho que da mesma maneira que sou muito sério na hora que contrato, também exijo seriedade na hora da saída. Conversei com o Dátolo, ele pretende ficar no Atlético, está nesse período que pode assinar pré-contrato, isso muda muito”, comentou Nepomuceno, que salientou o espaço aberto para Dátolo no elenco, tendo em vista a grave lesão sofrida por Cazares.

“O Rodrigo (Lasmar, médico do Galo) chegou a falar que no máximo dez dias ele (Dátolo) estaria pronto para treinar. Acho que é nessa hora que você tem que contar com os jogadores que fizeram história e tem contrato com o time. Uma notícia dessa de que o Cazares pode ficar até 90 dias fora, a gente conta com o elenco. É isso que tentamos fazer, colocar dois, três jogadores por posição, porque contusões acontecem e temos que tentar manter esse elenco rico para perder menos nas fatalidades que acontecem”, acrescentou.




Com Cazares lesionado, presidente privilegia elenco, mas segue atento ao mercado (Bruno Cantini/CAM)

Mesmo salientando o foco em prestigiar o elenco atual, o presidente comentou sobre a possibilidade de o Atlético buscar um novo armador no mercado e destacou as dificuldades de o clube encontrar opções viáveis, que se adequam ao nível do plantel atleticano.

“Se conseguisse encontrar um Cazares a cada mês, eu contratava todos. Não é fácil encontrar um camisa 10 da qualidade dele. Você tem o Carlos Eduardo, que voltou de lesão e joga nesta posição, o Dátolo, e o Cazares é o terceiro. Mesmo tendo estes três, com dois voltando de lesão, em nenhum momento parei de estudar o mercado, só que o nível que hoje o elenco exige não é fácil você dar uma camisa e ele jogar no dia seguinte e ser titular. Não é simples uma contratação dessas”, disse o mandatário, que não irá fazer loucuras por um novo reforço.

“As pessoas têm que entender que 90% das contratações foram feitas no momento certo, no prazo correto, fazendo bons negócios e não fazendo negócios imediatos, corridos, para suprir uma carência. É aí que você perde dinheiro e faz loucuras. Infelizmente, ficamos sem dois goleiros, dois atacantes de área e agora está acontecendo de ficarmos sem dois camisas 10. Coincidência, mas aconteceu. Mesmo assim, contratamos e suprimos o elenco. Mas não possa falar se vai ter um jogador livre, que queira jogar e sob uma condição interessante. Que vou ficar atento, eu vou”, completou.

O post De olho no mercado, Nepomuceno diz que Dátolo pretende ficar no Galo apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: gazetaesportiva.com
Author: Editor FCL