Em jejum de títulos, São Paulo precisa superar a Ferroviária no Campeonato Paulista


São Paulo – O São Paulo encara “vários adversários” na partida desta sexta-feira (14), às 21h30, pelas quartas de final do Campeonato Paulista Sicredi 2021, no Morumbi. Dentro de campo, o rival é a Ferroviária, dona da quarta melhor campanha na classificação geral. O time tricolor também enfrenta a pressão do favoritismo, pois fez a melhor campanha da fase de grupos e joga no Morumbi. Além disso, o elenco carrega o peso emocional de um jejum de 16 anos sem título paulista. Considerando-se todos os torneios, a última conquista foi a Copa Sul-Americana em 2012.

Por ter feito a melhor campanha no Estadual, o São Paulo tem como única vantagem o fato de fazer o jogo – único – em casa. Se a partida terminar empatada, a definição do semifinalista será nos pênaltis.

Em jejum de títulos, São Paulo precisa superar a Ferroviária no Campeonato Paulista (Foto: Divulgação / São Paulo)

Se passar pela Ferroviária, o São Paulo enfrentará o Mirassol na semifinal, possivelmente no domingo, outra vez em casa. Os enfrentamentos são definidos pelas campanhas desde a primeira fase. O time do Morumbi manterá a maior pontuação; o Mirassol terá o pior desempenho entre os semifinalistas. O Corinthians já está classificado.

A obsessão são-paulina pelo torneio estadual, que já foi chamado de “Copa do Mundo” pela diretoria que tomou posse em janeiro, orientou o planejamento do técnico Hernán Crespo nesta semana. Com o aval dos diretores, o argentino poupou dez dos 11 titulares no empate de quarta-feira, em Montevidéu, diante do Rentistas, pela Copa Libertadores. Isso significa que o time titular está descansado, o que aumenta o peso do favoritismo.

Na entrevista após o jogo do Uruguai, Crespo foi questionado sobre uma eventual intervenção de diretores em seu trabalho. E mostrou certo desconforto. “A situação é muito clara no São Paulo. A diretoria se dedica a escolher os treinadores, o treinador a escolher os jogadores, e os jogadores de jogar”, disse o treinador.

O motivo de tanta pressão é o fato de que o último título estadual foi conquistado há 16 anos. A única vez que o São Paulo ficou tanto tempo sem conquistar um título foi de 1957 a 1970, período em que foi construído o Morumbi e o clube injetou todas as suas economias na obra.

O plano de escalar força máxima, no entanto, foi frustrado pelas dificuldades impostas pela maratona de jogos. Crespo não deverá contar com Daniel Alves, Luciano e Eder, que passaram a semana toda em tratamento por problemas musculares sofridos há uma semana, no jogo contra o Racing, na Argentina. Deles, só Luciano participou de parte das atividades de campo nesta quinta, quando os jogadores do São Paulo se representaram após o empate no Uruguai. O atacante só participou do aquecimento com o elenco.

No lugar de Luciano, o escolhido deve ser Gabriel Sara, que não viajou ao Uruguai. Rojas e Galeano, que também jogam na posição, entraram em campo contra o Rentistas.

FICHA TÉCNICA

São Paulo: Tiago Volpi, Arboleda, Miranda e Léo; Igor Vinicius, Luan, Liziero, Benítez e Reinaldo; Gabriel Sara e Pablo. Técnico. Hernán Crespo.

Ferroviária: Saulo; David Samuel, Gustavo Medina, Alexandre e Igor; Yuri, Anderson e Fellipe Mateus; Hygor, Julio Vitor e Rogério. Técnico: Elano.

Árbitro: Salim Fende Chavez.

Estádio: Morumbi.

Horário: 21h30.

O post Em jejum de títulos, São Paulo precisa superar a Ferroviária no Campeonato Paulista apareceu primeiro em Portal de Notícias D24am – Amazonas.

Fonte: d24am.com
Author: Estadão Conteúdo / redacao@diarioam.com.br

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: