Em tarde inspirada de Lelê e Catyellen, Kindermann goleia Minas Brasília


Por João Marcelo

Após vencer o São José-SP na última quarta-feira (23/09) e sair da zona da degola, o Minas Brasília viajou até Santa Catarina para enfrentar o Avaí/Kindermann. Também vindo de vitória, três a zero sobre a Ponte Preta, a equipe catarinense ocupava a quarta colocação no Brasileirão Feminino com 20 pontos. O estádio Caçador foi o local escolhido para receber a partida, válida pela 11ª rodada, neste domingo (27/09) às 15h (horário de Brasília).

A diferença na tabela entre as equipes ficou clara no campo de jogo. Com um primeiro tempo perfeito, a equipe catarinense marcou quatro vezes. Três vezes com a atacante Lelê e mais uma com sua companheira de ataque, Catyellen. Na volta do intervalo, o Kindermann aumentou para cinco a zero, mais uma vez com Catyellen. O Minas Brasília conseguiu diminuir com Robinha, mas a equipe catarinense marcou mais uma vez, fechando o placar em seis a um.

Kindermann se impõe e marca quatro vezes no primeiro tempo

Mandante da partida, o Kindermann iniciou buscando os ataques. No primeiro minuto, a artilheira da equipe, Catyellen, recebeu a bola, puxou para o meio e bateu fraco, sem dificuldades para Thaís. E não demorou muito para a equipe catarinense abrir o placar. Aos cinco minutos, em bola alçada na área, a atacante Lelê dominou e bateu para o fundo do gol, abrindo o placar.

Dez minutos depois, a volante Paty levantou na área, Bruna ajeitou com perfeição para Lelê, sozinha, cabecear para o fundo das redes, marcando o seu segundo gol na partida. No minuto seguinte, Catyellen recebeu livre na linha de fundo, partiu sozinha, entrou na área e foi ao chão. A arbitragem, em cima do lance, marcou apenas simulação e amarelou a atacante do time de Santa Catarina. Aos 21, Catyellen recebe livre novamente, avança e chuta cruzado para o gol, tirando tinta da trave direita de Thaís.

Com 25 minutos, mais uma bola cruzada na área, a zaga afasta, mas cai no pé de Catyellen, a atacante domina e bate de chapa, fazendo curva na bola e marcando um belo gol, o terceiro do Kindermann. Quando o cronômetro marcava 36 minutos, a bola foi esticada para Catyelllen, que estava livre, mas Thaís sai bem do gol e salva o Minas Brasília de levar o quarto tento. Seis minutos depois, Lelê achou Duda, livre de marcação. A meia chutou no cantinho, mas Thaís fez milagrosa defesa.

Na cobrança de escanteio, Julia botou a bola na área e Lelê, goleadora da partida, marcou pela equipe catarinense. O terceiro da atacante, que chegou ao oitavo gol na competição junto de Catyellen, e o quarto do Kindermann. Após o gol, o árbitro encerrou a primeira etapa. O time treinado por Rodrigo Campos ainda perdeu a zagueira Kaká por contusão, que deu lugar a Bia.

Minas Brasília diminui, mas o Kindermann amplia o placar 

O segundo tempo começou exatamente como o primeiro, com o Kindermann massacrando o Minas Brasília. Em contra-ataque pelo lado esquerdo, Catyellen entrou na área e chutou para o gol, mas Thaís conseguiu defender. Na cobrança de escanteio, Thaís evitou o que seria gol olímpico. A jogada continuou e mais um escanteio para o time catarinense. Novamente uma tentativa de gol olímpico e Thaís tirou para fora da área, mas dessa vez a bola caiu nos pés de Catyellen, que chutou cruzado e marcou o quinto gol da partida, segundo dela.

Aos oito minutos, em bola aérea, o Minas Brasília por pouco não diminuiu. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Andiara, que na pequena área, finalizou por cima da meta de Bárbara. Aos dez minutos, Bruna Pelé recuperou a bola, entrou na área e cruzou rasteiro, Hulk tentou de letra, mas errou e a bola sobrou para Robinha empurrar para o fundo das redes, diminuindo para 5 a 1 o placar. Com 12 minutos, mais um cruzamento do Kindermann e Lelê cabeceou na trave de Thaís.

Em mais uma boa jogada do Kindermann, Catyelle entrou na área e rolou para trás, Duda chutou forte, mas Thaís conseguiu desviar antes da bola bater no travessão. Com 25 minutos, Zóio fez falta em Gabi Arcanjo e tomou o segundo cartão amarelo, sendo expulsa da partida. Com uma atleta a mais, o Minas Brasília procurou mais o ataque. Aos 33, Bruna Pelé achou Hulk sozinha na área, mas a atacante do time brasiliense desperdiçou a oportunidade.

Na sequência do lance, Lelê foi derrubada na área, sendo assinalado penalidade máxima para o Kindermann. A meia Duda pegou a bola, botou na marca do pênalti e marcou o sexto gol do Kindermann na partida. Com 37 minutos, Robinha cobra falta e a bola explode no travessão esquerdo de Bárbara. Com 39 minutos, Duda passou a bola para Lelê na linha de fundo, a atacante finalizou forte, mas a bola saiu por cima. E parou por aí, goleada do time catarinense por seis a um.

O que vem por aí

Uma posição acima da zona de rebaixamento – a equipe brasiliense ainda pode entrar no Z4 caso o Iranduba, com jogo marcado para às 17h deste domingo (27/09) contra a Ferroviária, vença – com 11 pontos, o Minas Brasília jogará na próxima quarta-feira (30/09) contra a equipe paulista do Corinthians, líder da competição com dez vitórias nos 11 jogos em que disputou, às 15h (horário de Brasília) no estádio Bezerrão, no Gama.

Kindermann 6
Bárbara; Bruna (Bárbara Melo), Simeia, Tuani, Camila; Zóio, Paty, Duda, Julia; Lelê e Catyellen (Karina).
Técnico: Jorge Barcellos

Minas Brasília 1
Thaís; Lai, Kaká (Bia), Andiara, Jéssica; Robinha, Isa (Novinha), Katrine, Bárbara (Gabi Arcanjo); Pelé e Farinon (Hulk).
Técnico: Rodrigo Campos

 

O post Em tarde inspirada de Lelê e Catyellen, Kindermann goleia Minas Brasília apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: João Marcelo

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: