Gama joga bem, mas não consegue furar o bloqueio do Remo e é eliminado da Copa Verde


Se alguém achava que o Gama ia se apequenar contra o Remo, recém-promovido à série B do Campeonato Brasileiro, se enganou. Mesmo eliminado da quarta divisão nacional, a equipe fez frente a equipe paraense, mereceu a vitória, mas não conseguiu virar o marcador e perdeu por 1×0. O gol de Salatiel foi suficiente para finalizar a temporada do Periquito, que não joga mais pela temporada 2020.

O primeiro tempo começou de forma sensacional, como o torcedor gosta de ver. Com seis minutos no relógio, o Gama foi para cima e quase conseguiu abrir o placar em duas oportunidades. Na primeira, aos dois, Em contra-ataque rápido, David Souza tentou o cruzamento, buscando Caique na área, mas Fredson jogou para escanteio. Na segunda, Vinícius fez grande defesa e impediu o primeiro gol no placar.

O Remo chegou bem aos 4′. Muito bem, por sinal. Tcharlles desviou para o gol, após cruzamento de Augusto, e a bola bateu no travessão. Era um presságio do que estaria por vir minutos mais tarde. Com certa superioridade, a equipe Paraense foi para cima e, aos poucos, foi dominando as ações do jogo.

Tchalles seguia como o jogador mais perigoso do jogo. Foi ele que tentou aos 16 minutos, quando Rambo travou o chute, e aos 18, quando o chute acabou batendo na rede pelo lado de fora. Porém, quem venceu a zaga verde mesmo foi Salatiel. Aos 21′, Ricardo Luz cruzou, Kevem desviou e o atacante só empurrou para o fundo das redes para colocar seu time a frente no placar.

A partir desse momento, o Remo continuou melhor, mas quem teve a grande chance foi o Gama. David Barbosa invadiu a área e chutou cruzado, uma bomba. Vinícius voou bonito e ficou com a bola.

Segundo tempo diferente e Gama em busca do empate

Victor Santana aproveitou o intervalo para chacoalhar a equipe e fez mudanças. Ueslei e Fernando entraram em campo, David Barboza e Mirray saíram. E deu resultado. O Gama voltou com uma proposta diferente e mudou o panorama do jogo.

Tanto que, com menos de vinte minutos, o Periquito teve três boas oportunidades para empatar. Aos 9′, Kaefer chutou forte, mas a bola passou raspando a trave. Aos 11, Junior Alves também viu seu chute assustar. E, aos 16′, David Barboza cruzou, Caíque tentou no carrinho, mas não conseguiu chegar na bola, que saiu em linha de fundo.

Quando a bola ia no gol, Vinícius, atento, conseguia salvar a sua equipe. Foi assim aos 28′, quando Caíque recebeu grande bola e chutou forte. A bola bateu no rosto do goleiro e foi para escanteio.

Aos 36′, Tcharlles quase matou o jogo. Ele fugiu da marcação acelerou, ficou na cara de Léo, tentou driblar, o arqueiro tirou a bola, mas deu rebote, o camisa 27 tentou novamente, parou em David Fernandes. Na terceira oportunidade no lance, a trave salvou a equipe do Gama.

Merecendo o empate, o Alviverde ainda teve uma última chance aos 44, com Igor, mas a bola saiu em tiro de meta. Mesmo merecendo o empate e sendo melhor na etapa final, o Remo se segurou, manteve o resultado positivo e eliminou o Gama da Copa Verde.

COPA VERDE – QUARTAS DE FINAL – JOGO ÚNICO
REMO-PA 1×0 GAMA
QUARTA-FEIRA, 27/01/2021, 16H – ESTÁDIO MANGUEIRÃO-PARÁ

Árbitro: Breno Vieira Souza (GO)
Assistente 1: Paulo Cesar Ferreira de Almeida (GO)
Assistente 2: Tiego Henrique dos Santos Braga (GO)

Cartões Amarelos: Ricardo Luz, Tcharlles e Salatiel (Remo)
Cartões Vermelhos: Não teve.

Gol: Salatiel, aos 21 minutos do primeiro tempo.

REMO-PA
Vinícius; Ricardo Luís, Fredson (Mimica), Alemão e Kevem; Pingo (Julio Rusch), Gelson, Carlos Alberto (Wallace) e Augusto (Gedoz); Salatiel (Eduardo Ramos) e Tcharlles.
Técnico: Renan Capta.

GAMA
Leo; João Pedro (David Fernandes), Igor, Gustavo Rambo e Júnior Alves (Vinícius); Kaefer, Kasado (Weverton) e Mirray (Fernando); David Barbosa (Ueslei) , David Souza e Caíque.
Técnico: Victor Santana.

Fonte: esportesbrasilia
Author: Gabriel Lima

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: