Gama toma virada da Macaca e está eliminado na Copa do Brasil


Por Lucas Espíndola

Em jogo válido pela primeira fase da Copa do Brasil, Gama e Ponte Preta entraram em campo no estádio Serra do Lago em busca da vaga para a próxima fase, além da bolada de R$ 1,5 milhão para o classificado. Após jogo bem disputado pelas duas equipes, a equipe de São Paulo conseguiu sair com a vitória por 2 a 1. Com esse resultado, o time alvinegro se classificou para a próxima fase, deixando o alviverde candango para trás. Agora, o Gama volta suas atenções para o Candangão.

O primeiro tempo começou com a Ponte Preta em cima, achando que estava jogando no Moisés Lucarelli. Com 19 segundos a Macaca teve a chance de abrir o placar, com Moisés. Depois de muita pressão da equipe alvinegra, o Gama começou a se acertar em campo e conseguiu marcar ainda no primeiro tempo, com Daniel Alagoano, na parte final da primeira etapa. Na volta do intervalo a Ponte Preta partiu para o ataque e empatou aos 12, com Apodi. A Macaca continuou em cima e a pressão foi tanta que virou o placar, com Thalles.

Jogo tenso e alívio gamense

Sem deixar o Gama respirar, a Ponte Preta chegou com perigo logo aos 19 segundos de jogo, mostrando que viajou até Luziânia para se classificar. O atacante Moisés recebeu, tirou a marcação e bateu cruzado, Matheus fez a defesa para o alviverde candango. Os primeiros 10 minutos foram de total domínio alvinegro, com o time da casa não levando perigo à meta adversária. Aos 11′, outra boa chegada da Macaca, Renan Mota tabela com Moisés, mas o atacante bateu para fora.

Com o passar do primeiro tempo, o Gama começou a se acertar em campo, tocando mais a bola e buscando infiltrar na defesa pontepretana, mas sempre falhava na hora da finalização. O primeiro chute ao gol da equipe do Distrito Federal aconteceu aos 23 minutos de jogo. Após cobrança para dentro da área feita por Fernandinho, a bola sobrou para Daniel Alagoano que bateu de primeira para o gol, a redonda saiu à esquerda do gol de Ygor.

Aos 32′, o Gama teve um contra-ataque avassalador, quase abrindo o placar no entorno do DF.  Após bola rolada para a entrada da área, João Victor chegou batendo colocado, a bola passou raspando à trave esquerda de Ygor. As boas chegadas do alviverde deram certo aos 38 minutos de jogo. Após boa troca de passes na entrada da área, Caíque rolou para Daniel Alagoano, o atacante recebeu dentro da área e fuzilou para a meta adversária, sem chances para o arqueiro alvinegro, 1 a 0.

Depois do tento gamense a Ponte Preta cresceu no jogo, se jogando ao ataque, deixando espaços para o Gama chegar com perigo através dos contra-ataques. Aos 47 o time do DF teve a chance de fazer o segundo, mas Caíque perdeu na dividida para o marcador pontepretano. Aos 48′, Zandick Godim encerrou o primeiro tempo de partida.

Material cedido ao Distrito do Esporte

Virada alvinegra e água no chopp do time candango

Os 10 primeiros minutos da segunda etapa começaram sem grandes chances para ambas as equipes, mas com chegadas duras. Nesse meio tempo, o árbitro advertiu com um amarelo para cada lado, após faltas duras. Aos 12 minutos, a Ponte Preta chegou com perigo e empatou a partida em Luziânia. Após cruzamento vindo do lado direito, Apodi, que estava sozinho dentro da pequena área, cabeceou para o fundo do gol, 1 a 1.

Aos 16′, falta perigosa a favor do time do Distrito Federal. Igor bateu muito bem na bola e a redonda foi no cantinho direito da meta adversária, mas o arqueiro alvinegro espalmou para a linha de fundo. Aos 17′ quase a virada campineira. Depois da defesa do Gama falhar, Moisés ficou cara a cara com Matheus, o goleiro gamense afastou o perigo, mas na sobra, Locatelli bateu para o gol, mas a pelota passou por cima da meta alviverde.

Buscando a vitória para se classificar, o técnico Victor Santana fez diversas mudanças na equipe e botou o time para frente, em busca do segundo tento. Após as substituições, o Gama começou a ficar boa parte no campo de ataque, tentando furar a muralha alvinegra, enquanto a Ponte Preta buscava encaixar o contra-ataque para matar a partida. Aos 36′, Igor cobrou falta novamente para o Gama, a bola venenosa passou por cima do travessão de Ygor Vinhas.

Aos 38′, a Macaca acabou com o sonho alviverde. Depois da bola sobrar na entrada da grande área, Thalles, que entrou no primeiro tempo, bateu muito bem na redonda, sem chances para Matheus. Com esse tento, o Gama dá adeus à Copa do Brasil. Sem grandes chances até o final, Zandick encerrou a partida aos 49 do segundo tempo.

Material cedido ao Distrito do Esporte

O que vem por aí

Com mais uma eliminação na Copa do Brasil, agora as atenções do alviverde se voltam para o Candangão. Na próxima rodada tem jogo muito importante, já que o confronto será diante do Brasiliense. O clássico verde-amarelo será no domingo (14), no estádio Serra do Lago, às 15:30.

Gama 1

Escalação: Matheus; Fernandinho (João Magalhães), Vinicius, Igor e Júnior Alves (Ramiro); Kasado (Filipe Werley), João Victor e Gustavo Lila (Gustavo Henrique); Ueslei (Igor Paim), Daniel e Caíque.
Técnico: Victor Santana

Ponte Preta 2

Escalação: Ygor Vinhas; Apodi (Thiago Lopes), Luizão, Ruan Renato e Yuri; Dawhan, Locatelli (Barreto) e Renan Mota (Thalles); João Veras, Pedrinho e Moisés (Faye).
Técnico: Fábio Moreno

O post Gama toma virada da Macaca e está eliminado na Copa do Brasil apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Lucas Espíndola

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: