GDF vai ajudar atletas que ainda tentam vagas na competição


De olho nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2020, previstos para acontecer em Tóquio entre julho e setembro de 2021, o GDF vai destinar R$ 1,5 milhão para financiar passagens de atletas que buscam garantir uma vaga nas competições. O Conselho de Administração do Fundo de Apoio ao Esporte determinou a descentralização do crédito orçamentário e financeiro para custear parte da viagem dos esportistas para participar das seletivas por meio do programa Compete Brasília da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL).

Sabemos que os próximos meses são decisivos para os atletas que estão na disputa por uma oportunidade de representar o nosso país nos Jogos Olímpicos, o sonho de todos os esportistas
Giselle Ferreira Oliveira, secretária de Esportes

A Portaria Conjunta Nº 02 foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) em 17 de fevereiro. A ideia é priorizar a solicitação de competidores que estão participando de seletivas mundo afora com o propósito de garantir uma vaga no torneio. “Sabemos que os próximos meses são decisivos para os atletas que estão na disputa por uma oportunidade de representar o nosso país nos Jogos Olímpicos, o sonho de todos os esportistas. E estamos aqui para apoiá-los”, destaca a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira de Oliveira.

Compete Brasília

O programa Compete Brasília existe desde 2016 e tem o objetivo de incentivar a participação de atletas e paratletas de alto rendimento do DF das mais diversas modalidades em campeonatos nacionais e internacionais, por meio da concessão de transporte aéreo ou terrestre. As Olimpíadas de Tóquio 2020, no Japão, serão realizadas de 23 de julho a 8 de agosto de 2021. Em 24 de agosto começam os Jogos Paraolímpicos que vão até 5 de setembro.

Segundo o coordenador de Esportes e Inclusão da pasta, Gutemberg Gomes, este ano, a Secretaria de Esportes solicitou ao Fundo de Apoio ao Esporte a liberação de uma verba extra de R$ 1,1 milhão. “Todo ano a gente financia a passagem de cerca de 20 atletas e normalmente as competições acontecem no território nacional. Mas como é ano de Olimpíada, os torneios serão fora do Brasil”, explica. A liberação da verba extra ainda está em análise.

Leia também

Atleta paralímpico do DF participará da Cybathlon 2020

DF terá um representante no Brasileiro de Bocha Paralímpica

Mais acessibilidade nos Centros Olímpicos e Paralímpicos

O atleta deve solicitar o apoio para o custeio das passagens no site da Secretaria com 40 dias de antecedência da data prevista para o início de competição nacional e 60 dias antes do início de competição internacional. Juntamente com os documentos individuais, que incluem o currículo esportivo, é preciso apresentar um documento da federação da modalidade comprovando a colocação do competidor no ranking da categoria. O GDF não dá dinheiro para o esportista, mas emite a passagem em nome dele.

Fonte: agenciabrasilia / esporte.df.gov.br
Author: Gizella Rodrigues, da Agência Brasília | Edição: Mônica Pedroso

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: