Jacaré feroz: Brasiliense vence o Vila Nova e sai em vantagem na semifinal


O Brasiliense deu um grande passo rumo à final da Copa Verde de 2020. Na tarde deste domingo (14/2), o time amarelo visitou o Vila Nova, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia, para realizar os primeiros 90 minutos da semifinal da competição regional. Jogando de forma consistente e segura, o Jacaré dominou, venceu por 2 a 0 com gols de Jefferson Maranhão e Zotti.

No início da partida, o Brasiliense acuou o Vila Nova e criou bons ataques, conseguindo marcar com Jefferson Maranhão. Com o Jacaré superior no jogo, o time goiano tentou responder, basicamente, em jogadas de bola parada. Na etapa final, o time amarelo continuou superior na partida, marcou novamente logo nas primeiras chances e garantiu a vitória fora de casa.

Melhor, Jacaré sai na frente

Logo no início do jogo, o Vila Nova sofreu um baque ao perder o lateral Pedro Bambu por lesão. Na sequência, o Jacaré passou a dominar a partida e criou as primeiras ações ofensivas. Antes dos dez minutos, o time amarelo fez duas tentativas pela direita, mas ambas acabaram brecadas pela zaga. Quando a bola foi na direção gol, entrou. Aos 15, Jefferson Maranhão mandou da entrada da área e inaugurou o marcador.

Mesmo em vantagem, o Brasiliense não se acuou e seguiu atacando. Nas raras saídas ofensivas, o Vila não soube criar grande perigo e viu a zaga amarela se impor. Aos 28, o lateral Diogo invadiu a área, bateu cruzado, mas acertou na marcação. Aos 31, Alan Mineiro recebeu escanteio ensaiado, mas furou na hora de chutar. Com dificuldades, o time goiano fez mais duas substituições aos 33.

Modificado, o Vila teve chances de bola parada. Com 35, Alan Mineiro cobrou falta rente à trave e assustou Sucuri. Dois minutos depois, Dudu foi para a cobrança e o goleiro do Jacaré pegou em dois tempos. O Brasiliense respondeu aos 40. Após roubada de bola, Zotti recebeu na área, mas demorou para chutar e foi desarmado. Na sequência, Sandy também foi acionado na área e acabou travado pela zaga.

Foto: Heber Gomes/Especial Metrópoles

Brasiliense aumenta

Na etapa final, o Vila Nova voltou a alterar o time, mas viu o cenário de pressão do Brasiliense se repetir nos primeiros minutos. Com sete, o Jacaré ampliou. Zotti invadiu a área e bateu cruzado de canhota para vencer Fabrício. Com a boa vantagem, o time candango tomou às redes da partida e passou a trocar passes com calma. Em um deles, Balotelli procurou Zé Love, mas a zaga goiana cortou.

Aos 17, Maicon Assis invadiu a área do Tigre e finalizou com força no travessão. Dois minutos depois, Zotti recebeu novamente pela esquerda e bateu de primeira. Desta vez, Fabrício pegou. O Vila respondeu em dois lances seguidos aos 21. Alan Mineiro cobrou falta e Sucuri defendeu. No escanteio, a bola sobrou para Henan mandar para fora. Aos 24, Tobinha respondeu, mas chutou para fora.

Cinco minutos depois, foi a vez de Carlos Eduardo tentar, mas acertar a zaga. Aos 38, o Vila tentou dar um último respiro, mas o chute de Maurinho saiu fraco e Sucuri pegou sem dificuldade. O Jacaré ainda balançou às redes aos 42 minutos com Carlos Eduardo, mas a arbitragem anulou o lance por impedimento do meio-campista amarelo, mas a vantagem amarela no jogo já estava concretizada.

O que vem por aí

Agora, Brasiliense e Vila Nova terão mais 90 minutos de bola rolando para definir quem avançará para a final da Copa Verde de 2020. Na próxima quinta-feira (18/2), o Jacaré e o Tigre voltam a medir forças, desta vez no estádio Serejão, em Taguatinga, às 15h30. Com a vantagem obtida em Goiânia, o time candango pode perder por até um gol para disputar a primeira final da competição regional de sua história.

O rival de quem avançar do confronto entre o time do Distrito Federal e do Goiás será Manaus-AM ou Remo-PA. Na partida de ida, disputada na Arena da Amazônia, as duas equipes empataram por 1 a 1. O jogo de volta acontecerá também na quinta-feira (18/2), às 16h, no Mangueirão. Em sorteio prévio, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já definiu que o duelo decisivo da final será com mando dos amazonenses ou paraenses.

Foto: Heber Gomes/Especial Metrópoles

Vila Nova-GO 0
Fabrício; Pedro Bambu (Celsinho), Rafael Donato (Danrlei), Nilson Júnior e Willian Formiga (Saimon ); Yuri, Dudu e Alan Mineiro (Matheus Porto); João Pedro (Éder), Maurinho e Henan. Técnico: Márcio Fernandes

Brasiliense 2
E. Sucuri; Diogo, Badhuga , Keynan e Sandy; Aldo, W. Balotelli, Maicon Assis (Carlos Eduardo) e Zotti (Peninha); Jefferson Maranhão (Tobinha) e Zé Love (Michel Platini). Técnico: Vilson Tadei

O post Jacaré feroz: Brasiliense vence o Vila Nova e sai em vantagem na semifinal apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Distrito do Esporte

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: