No sufoco! Formosa perde para o Taguatinga e passa por conta do regulamento


Por Bruno H. de Moura

O Taguatinga merecia a vitória. E venceu. Mas não levou a classificação. O regulamento do Campeonato de Futebol do Distrito Federal 2020 garante ao time de melhor campanha na primeira fase a vantagem em caso de empate no somatório dos resultados. Primeiro jogo Taguatinga 0-1 Formosa. No jogo de volta Formosa 0-1 Taguatinga. Tudo 1-1, mas pelo futebol o Taguatinga foi bem melhor, nas duas partidas.

Um time muito defensivo, com três zagueiros atrás, atacantes perdidos e ausência de transição entre defesa e ataque. Chances perdidas por erro, sufoco na defesa, falta de segurança na equipe que entrou em campo. O Formosa da segunda fase não é nada parecido com o do primeiro.

Já o Taguatinga fez tudo como deveria. Foi para o ataque, armou um bom plantel, mas não conseguiu fazer mais que um gol. Na segunda etapa amassou o Formosa por completo. Mas não levou. É o futebol, é o Candangão.

O Taguatinga entra de férias até o Candangão 2021. Formosa enfrenta o Gama nas semifinais. Primeiro jogo quarta-feira à noite no Diogão em Formosa. Segundo jogo no final de semana no Bezerrão.

1º Tempo: Jogo parelho, com Formosa melhor

Logo aos 03 minutos falha primorosa da marcação do Formosa. o lateral direito Denilson cruzou, a bola sobrou para Éverton dentro da área, o meia-atacante chutou para boa defesa de Lennon. Aos 09 Michael Paulista pega a bola no meio campo, ganha espaço, de fora da área manda uma bomba. O goleiro Vavá teve de se desdobrar para colocar a bola ao escanteio.

No meio do primeiro tempo o Formosa tinha mais posse de bola, mas falhava na criação de chance real para gol. Éverton César criava as jogadas, dava os passe, mas o complemento do ataque do Tsunami não funcionava. Já o Taguatinga tinha as melhores oportunidades pela direita com Denilson.

Aos 21 minutos Marcos Paullo fez uma falta forte em Julio César. O juiz até deu o cartão amarelo, mas o banco do Taguatinga ficou uma fera. Um dos atletas no banco do time foi amarelado por reclamação. Enquanto o atendimento ao defensor do Taguatinga era feito, Heli Carlos chamou Éverton César para orientar o meio de criação do Formosa. Já Junior Lima reuniu parte do seu ataque para orientar o plantel do Águia.

Aos 30 minutos a tradicional pausa para água. 4 minutos pós retorno do jogo Éverton cruzou na medida para Daniel Henrique que projetou seu corpo, cabeceou a bola na linha da marca do pênalti para Lennon salvar outra vez o Formosa. O Taguatinga voltava melhor que os donos da casa após a pausa para a água.

Aos 39 minutos Hugo chutou forte de fora da área. Lennon rebatou com dois jogadores adversários na frente. Para a sorte do goleiro do Formosa a bola foi para escanteio do Taguatinga que não aproveitou o tiro de canto esquerdo.

Em resumo, uma parte da primeira etapa para cada lado. O Formosa teve domínio e chances de criar o gol entre os 10 e 30 minutos. Na metade seguinte foi o Taguatinga quem apareceu com mais chances. O sistema recuado do Formosa prejudicou bastante o Tsunami do Cerrado. Já o Taguatinga travava nas finalizações com força.

2º Tempo: Taguatinga domina todo o segundo tempo

O treinador Junior Araújo decidiu mudar no intervalo. Sacou Heltinho, apagado, e colocou Regino. Na primeira jogada o jogador fez tabelinha na zona de ataque, tocou para Denílson que invadiu a área. O zagueiro do Formosa Elton se assustou, levantou a perna e tocou as costas do jogador do Taguatinga. Pênalti claro. Na cobrança, Daniel Henrique chutou num canto, Lennon foi para o outro, e a vantagem do Formosa no primeiro jogo ia pro saco.

O Taguatinga ia com gosto pro gol. Regino, de novo, armou na direita, viu o corredor aberto para Vandim que foi pra área e chutou no canto direito de fora de Lennon. Heli Carlos assustou e trocou João de Deus por Cardoso, que entrou como titular no jogo anterior. Já Junior Lima vendo a oportunidade de ganhar com dois gols de diferença sacou Negueba e colocou Dan.

O Taguatinga era melhor, amassava o Formosa que passou bons minutos todo recuado na sua zona de defesa. Só aos 17 minutos o Formosa teve uma boa chance de ataque, mas o atacante Cardoso carimbou a bola no zagueiro do Taguatinga e a bola foi para escanteio desperdiçado, mas a equipe do Taguatinga era bastante superior.

Aos 20” Heli tirou Marcos Paullo e colocou Mário Neto. Pouco altero o jogo. O time de casa seguia com os mesmos problemas. 100% fechado, com espaços nas costas do lateral Rafinha, que desde a primeira etapa não fazia bom jogo, o Formosa recebia ataque atrás de ataque do Taguatinga.  O tempo passava e as coisas continuavam da mesma maneira.

Aos 40 minutos Zé Wilson fez cruzamento da esquerda para dentro da área. Michel Paulista e Cardoso dentro da área não tocaram na bola e Vavá tirou o sufoco do Taguatinga. Na tentativa final de modificar sua equipe Heli Carlos botou Raí no lugar de Michel Paulista. Na jogada seguinte falta sobre Cardoso. Na cobrança de falta Andrezinho cruzou muito forte e Vavá segurou a bola.

Junior Lima não ficou parado. O Taguatinga precisava do gol. Aos 43” Luan deixou o campo para Martinely entrar. 46” Regino cobrando falta de fora da área mandou uma bomba. Lennon tirou com os olhos, porque a bola saiu na direita do goleiro do Formosa. Na reta final, três ataques e três chances perdidas pelos visitantes. Deu Formosa, no empate nos resultados. No merecimento? Não.

O que vem por aí

Agora, o Formosa Esporte vai encarar a maior pedreira de todo o campeonato. O Gama passou incólume pelo Sobradinho, 5-0 na casa do adversário e 2-1 no Bezerrão no Gama. O primeiro jogo será com mando do Formosa e a volta, no próximo final de semana, no Bezerrão no Gama.

Formosa 0

Lennon; Andrezinho, Elton, Mario Paiva, Bruno Costa, Rafinha; Everton Cézar, Zé Wilson, Marcos Paullo (Mário Neto); Michel Paulista (Raí) e João de Deus (Cardoso).

Treinador: Heli Carlos

Amarelos: Bruno Costa, Zé Wilson, Marcos Paullo, Raí

Taguatinga 1

Vavá; Denilson, Daniel Felipe, Julio Cesar, Vandin; Luan (Martinely), Hugo, Heltinho (Regino), Everton; Daniel H, Negueba (Dan).

Treinador: Junior Araújo

Gol: Daniel Henrique

Amarelos: Julio César, Daniel Henrique, Luan

Arbitragem: Arbitro – Gildevan Lacerda; Assistente 1 Renato Gomes, Assistente 2 Lucas Modesto, 4º árbitro Luís Paulo da Silva.

O post No sufoco! Formosa perde para o Taguatinga e passa por conta do regulamento apareceu primeiro em .

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Bruno Henrique de Moura

Powered by WPeMatico