Pai de Messi rebate La Liga e desmente que pagamento da multa rescisória seja necessário para o craque ser liberado


Montante de 700 milhões de euros não precisa ser pago para que Messi seja liberado pelo Barcelona

Após uma reunião entre o pai de Messi e Alejandro Segura, advogado da família, uma nota oficial rebatendo a La Liga foi divulgada. Dessa forma, a informação que o pagamento da multa rescisória é o único caminho para o craque ser liberado foi desmentida. Sendo assim, a cláusula que permite ao jogador solicitar o rompimento do seu contrato foi exposta no documento.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“Esta indenização não se aplicará quando a resolução do contrato por decisão unilateral do jogador tenha efeito a partir de finalizada a temporada 2019-20”, afirmou o trecho da nota.

Diante disso, Jorge Messi afirmou desconhecer em qual fundamento a La Liga se apoio para se posicionar sobre o caso. Como o pedido foi feito logo após o término da atual temporada, ele seria totalmente legítimo e algo previsto no contrato. Agora, resta saber se uma batalha judicial terá início nos próximos dias ou se o camisa 10 vai optar por cumprir seu vínculo até junho de 2021.

“Não sabemos qual contrato eles (La Liga) analisaram e quais são as bases sobre as quais concluem que teria uma cláusula de rescisão aplicável no caso do jogador decidir solicitar a rescisão unilateral do mesmo, com efeitos a partir do final da temporada desportiva 2019/2020. Deve ser um erro óbvio da parte deles”, justificou.

LEIA MAIS

Pai de Messi rebate La Liga e desmente que pagamento da multa rescisória seja necessário para o craque ser liberado – Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.

Fonte: torcedores.com
Author: Bruno Romão

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: