Real Brasília vence o caído Formosa, mas é rebaixado à segunda divisão


Por Bruno H. de Moura

Não deu. O desempenho pífio antes da primeira pausa do campeonato custou não só a classificação à segunda fase do Candangão 2021, como a vaga na primeira divisão do ano que vem. Já o Formosa está rebaixado desde quarta-feira, caído na penúltima rodada com o pior desempenho da história do Tsunami do Cerrado.

Com 7 pontos, seis conquistados na última semana contra times rebaixados no grupo B, o Real Brasília amargará seu primeiro rebaixamento nesta marca. O time, anteriormente Dom Pedro, jamais havia caído desde que subiu, já como Real, e vinha tendo excelentes resultados no Candangão, caindo nas semifinais.

A mudança de regulamento, que não admite vacilo num torneio de apenas 6 jogos na primeira fase – que define rebaixamento – custou muito ao Real Brasília, que do sonho de ganhar seu primeiro campeonato profissional masculino de Brasília terá de disputar com Formosa, Samambaia, Sobradinho, e outros a sofrida Segundinha de 2022. O Real Brasília só terá chances de disputar a elite em 2023, tal qual o Formosa.

Nos 45 minutos iniciais uma partida cansativa, com muito estudo e poucas chances de gol. Um entretenimento digno de prêmio framboesa. No tempo final, o Edson Souza acertou na entrada de Pedrinho, que fez 2 gols, e venceu um já cansado Formosa Esporte, que mais caia em campo que jogava e desperdiçava seus contra-ataques.

1º Tempo: Real Brasília domina a etapa inicial, mas não converte em gol

O início de partida foi modorrento. O Real Brasília, única equipe que ainda disputava algo na competição, tinha mias posse de bola e volume de jogo, mas sequer transformava seu controle da partida em chances reais de gol. O empate em nada resolvia a situação do aurianil.

Aos 19′, Pedrinho recebeu bom passe à esquerda, invadiu a área e nas costa de Ivan Lima chutou cruzado, vendo a bola passar pela meta de Rodrigo Calchi sem ninguém para empurrar para a meta. Nos 22′ de cronômetro Gleisinho enfiou bola para Junior Batata que não correu e deixou a bola nas mãos de Calchi.

O cronômetro passava, o Formosa se fechava, e o Real Brasília trabalhava, trabalhava e trabalhava a bola, mas não finalizava. Aos 33′ bela invasão dentro da área adversário de Gleisinho, que girou o corpo, se livrou da marcação e cruzou para Eliandro que cabeceou esquisito e deixaria a bola na medida para Junior Batata, mas o impedimento já estava assinalado.

Aos 41′ João de Deus teve falta para cobrar da esquerda, mas isolou a bola por cima do gol de Deola. Aos 42′ chute de longe de Regino passou pela meta de Calchi do lado direito. Foi o que mais se teve de perigo em fracos 45 minutos inciais.

2º Tempo: Pedrinho entra e muda o jogo, mas não é o suficiente

Já na volta do intervalo três mudanças promovidas pelo treinador Edson Souza.Gleisinho, bem na primeira etapa, deu lugar para Erik Gabriel, Gilvan foi pro lugar de Junnior Batata e Gabriel na posição de Felipe Marcellino.

Ao 1” minuto, Pedrinho de perna esquerda limpou bem da marcação, viu espaço no canto direito e abriu o placar. Formosa 0-1 Real Brasília.

Aos 6”, boa jogada de João Manoel pela esquerda que trabalhou com João Paulo que devolveu para João de Deus cruzar e na hora H a defesa do Real Brasília travar a chance do Formosa. O time aurianil, logo após esse ataque do Tsunami, controlou em absoluto a partida. Cruzamentos em sequência, enfiadas de bola dentro da área, passes na fogueira, mas finalização ineficiente.

Aos 18”, Erik Gabriel recebeu bom passe da direita, dominou, limpou, criou espaço e arriscou de longe, mas a bola foi pra fora da meta de Rodrigo Calchi. Aos 22” o Real Brasília furou de novo. Em jogada de velocidade, Gilvan viu Pedrinho na entrada da área, lançou pro atacante que de fora da área chutou certo no canto esquerdo de Calchi e colocou o segundo na meta. Formosa 0-2 Real Brasília.

Naquele momento o Real Brasília continua na primeira divisão. O placar alterava o saldo de gols do Leão do Planalto que saia de -4 para -3 e passava à frente do Luziânia, que empatava na tabela. Mas, minutos depois, o Luziânia passou à frente do Santa Maria e cortava toda a esperança do Real Brasília, que fazendo seu dever de casa ficava fora pelos resultados pretéritos.

Aos 31” falta para o Tsunami do Cerrado na entrada da área. Na cobrança, Erik Mamadeira mandou uma bomba com direção certa, mas a bola estourou na trave direita de Deola. Real Brasília ciscava, mas não evoluía. Aos 42”, cruzamento perigoso, mas Calchi segurou a bola. Nos 46”, bola levantada na boca da entrada da área, mas Erik Mamadeira deixou passar e desperdiçou.

O árbitro ainda deu 7 minutos de acréscimo, 2 a mais que em Samambaia, onde o Luziânia vencia o Santa Maria por 3-1. O Real Brasília não mais conseguiu fazer gols, e não adiantaria. Pelo desempenho no campeonato a equipe aurianil fez 7 pontos, mas seu adversário direto 9 pontos. O Real Brasília, com esse nome, disputará pela primeira vez a Segundinha do DF.

Julio Cesar / Real Brasília

Formosa: 0

Calchi; Bahia, Carlão, Xuxa, Ivan Lima; Janderson, João Manoel, Edu Amparo, Erik; João Paulo e João de Deus

Tec.: Rubio Alencar

Real Brasília: 2

Deola; Eliandro, Felipe Marcelino (Gabriel), Cristian Lucca, Kabrine; Regino, Gleissinho (Erik Gabriel), David Manteiga; Junnior Batata (Gilvan), Rychely (Dudu Itapajé) e Pedrinho ⚽⚽

Tec.: Edson Souza

Arbitragem:

Árbitro central Leandro Almeida Damas de Oliveira
Assistente 1 Lehi Sousa Silva
Assistente 2 Josieliton Silva Dos Santos
Quarto Árbitro Matheus de Moraes Silva

O post Real Brasília vence o caído Formosa, mas é rebaixado à segunda divisão apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Bruno Henrique de Moura

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: