Sob arbitragem polêmica, Formosa e Capital empatam e não sobem na tabela

Formosa e Capital se enfrentaram na intenção de se colocar melhor na tabela para fugir de Gama e Brasiliense e, no caso do Capital, decidir as quartas de final em casa. Ninguém teve sucesso nas missões. Na tarde deste domingo (27), no estádio Diogão, as equipes empataram em 1×1. O que não faltou foram reclamações contra a arbitragem, dos dois lados.

Empurrado pela torcida, O Formosa abriu o placar logo aos dois minutos de jogo. Jessuí aproveitou cruzamento de Gabriel Costa e cabeceou para o gol. Sétimo gol do atual artilheiro do Candangão 2019. O restante do primeiro tempo não trouxe demais emoções.




A segunda etapa foi melhor para o Capital. Jobson, aos 25′, aproveitou bola lançada que cruzou toda a circunferência da área e completou para o gol, empatando o duelo.

Alguns torcedores do Formosa terminaram a partida indignados com os cartões dados para a equipe e as possíveis faltas a favor não aplicadas. Porém, o lance mais polêmico do jogo aconteceu no finalzinho. Paulinho dominou dentro da área e chutou. O zagueiro do Formosa pulou na bola de braços abertos e interceptou o chute. O time inteiro do Capital pediu pênalti, mas o árbitro Rafael Diniz alegou que a bola bateu na coxa do zagueiro. Veja nas imagens a jogada em sequência:




Foto: reprodução

Após a polêmica, o apito final: Formosa 1×1 Capital. Classificados para as quartas de final, o Formosa recebe o Gama na próxima quarta-feira (27) às 20h no estádio Diogão. No mesmo horário, o Capital volta ao Mané Garrincha para duelar com o Brasiliense.

CANDANGÃO 2019 – 11ª RODADA
FORMOSA 1×1 CAPITAL
ESTÁDIO DIOGÃO – FORMOSA-GO

Público: 1034 pessoas
Renda: R$ 7.774,00

Árbitro: Rafael Diniz
Assistentes 1 e 2: Lehi Souza e Kleber Alves
Quarto árbitro: Cristofer Souza
Inspetor: Fábio Alves

Cartões amarelos: Jessuí (Formosa); (Capital).

Gols: Jessuí, aos 2′ do primeiro tempo; Jobson, aos 21′ do segundo tempo.O

FORMOSA
Matheus; Jair Jr, Elton, Paganelli, Gabriel Costa; Agenor (Everton Costa), Roque Netto, Foguinho (Juninho Arinos), Rato (Maxwell) Jean Bala, Jessuí
Técnico: Heli Carlos.

CAPITAL
Ricardo Luiz; Matheus Surcin (Vinícius), Medeiros, Daniel Felipe, Romarinho; Ives, Lacerda, Douglas Alves (Yan), Anjinho (Paulinho), Matheus Rogério; Jobson
Técnico: Waldemar Lemos

Fonte: esportesbrasilia
Author: Willian Matos