Souza diz que foi humilhado por Edmundo no Vasco: “Quem apanha não esquece”


Souza foi rebaixado com o Vasco em seu primeiro ano como jogador profissional, em 2008, mas ajudou a equipe a garantir o acesso no ano seguinte. Em 2010 foi vendido ao Porto, de Portugal

O volante Souza, jogador revelado nas categorias de base do Vasco e que atualmente joga no Besiktas, da Turquia, revelou em entrevista ao canal Pilhado, do Youtube, que foi humilhado pelo ex-atacante Edmundo logo quando subiu para o time profissional do Gigante da Colina. O jogador, que ainda acumula passagens por Porto, São Paulo, Grêmio e Fenerbahce, afirmou que passou por ‘poucas e boas’ naquele elenco vascaíno de 2008.

Siga o Torcedores no Facebook para acompanhar as melhores notícias de futebol, games e outros esportes

“No meu primeiro ano de profissional no Vasco, eu comecei a jogar com o Antônio Lopes. Assim que ele chegou eu comecei a jogar como titular. Teve um jogo que eu estava no banco, lá no Mineirão, e o Leandro Bonfim se machucou com dois ou três minutos de jogo. O Lopes me chamou naquela correria do jogo e disse que eu iria marcar o Ramires, que na época também estava subindo da base. Eu não fui mal na partida, mas perdemos o jogos. Cheguei no vestiário e passei uma das piores situações na minha carreira”, começou Souza.

“Como eu já tinha passado por outros momentos difíceis antes, aquele foi só mais um. No vestiário, todo mundo triste com a derrota, e o Edmundo chegou falando um monte de coisas ruins para mim. ‘Por isso que você pega dinheiro emprestado. Não joga p**** nenhuma! Não vai chegar a lugar nenhum. Nhaca do caramba!’ Falou um monte de merda para mim. E eu de cabeça baixa por causa do resultado. Olhei para o Lopes, que na época não falou muita coisa, abaixei minha cabeça, tomei meu banho e fui lá para o canto no ônibus chorando para caramba. [Me humilhou] Na frente de todo mundo”, recordou o volante.

“Aquela semana toda e as seguintes, nos treinos ele pegava no meu pé para caramba. Me lembro que estávamos batendo bola e ele chegou para o Morais e perguntou o que ele gostaria de ser quando parasse. Com certeza ele não vai lembrar disso, só que quem apanha lembra. Já tinha passado aquele episódio todo e o Morais também perguntou o que ele queria ser [quando parasse] e ele disse: ‘Quero ser empresário nada, se eu for empresário e pegar uma nhaca dessas’, apontando para mim. Eu passei poucas e boas naquele 2008”, contou.

Souza garante que não guarda mágoa de Edmundo, e lembra um fato curioso que aconteceu anos depois, quando já estava no futebol europeu. “O engraçado disso tudo é que um ano e pouco depois, quando fui transferido para o Porto, eu estava indo para o treino e o Fernando, um volante que jogava comigo me mostrou: ‘Olha só a entrevista do seu parceiro aqui’. Ele disse zoando, eu já tinha compartilhado essa situação com ele. O Edmundo foi assistir a um jogo do Dragão e falou muito bem de mim.”

“O que eu vejo é que no final de tudo o futebol é isso. Fora aqueles que são seus amigos, que independente de você estar bem ou mal, sabem quem você é, no futebol as pessoas vão te olhar pelo que você está vivenciando naquele momento. Ele [Edmundo] não fez por maldade, até porque depois falou bem. O futebol tem muito disso. Eu não acho correto, mas é uma realidade”, completou.

LEIA MAIS:
Murilo Rosa, Fátima Bernardes e Whindersson: 12 personalidades que torcem para o Vasco

Souza diz que foi humilhado por Edmundo no Vasco: “Quem apanha não esquece” – Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes.

Fonte: torcedores.com
Author: Danielle Barbosa

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: