Vaga carimbada! Brasiliense vence e está no grupo A6 da Série D


Por Bruno H. de Moura

Pelo 3º ano seguido o Brasiliense estará na fase de grupos da Série D do futebol brasileiro. O time dos Estevão jogou as edições de 2018, 2019 e agora em 2020 precisou disputar a fase classificatória. Com o placar desfavorável no primeiro jogo em Tocantins, o time do DF tinha de reverter a vantagem alheia em casa e assim o fez com um futebol bem melhor que o apresentado recentemente, mas cheio de lesões durante o jogo.

Comandados por Douglas na 1ª etapa e por Luquinhas no 2º tempo, os jogadores do Brasiliense bateram na tarde deste domingo (13/09) o Tocantinópolis por imponentes 4-0.  Agora, o plantel de Edson Souza terá 14 jogos pelo grupo 6 da Série D. Com isso, o time do DF terá, pelo menos, 16 jogos na competição nacional só em 2020, quantidade maior que aquela jogada nas últimas duas edições anteriores somadas.

Ao lado do Brasiliense, Gama, Atlético de Alagoinhas/BA, Bahia de Feira/BA, Caldense/MG, Palmas/TO, Tupynambás/MG, Villa Nova/MG estão no grupo A6. 4 times se classificam para a próxima fase. Há 50% de chance do Brasiliense ir para um novo mata a mata da competição.

O time do DF estreia contra a Caldense em seus domínio no próximo final de semana em dia – sábado ou domingo -, horário e estádio a serem definidos. O Tocantinópolis entra de férias até a volta do seu campeonato estadual que não tem data para retorno.

1º Tempo: Começo avassalador do Jacaré

Logo no primeiro minuto, o Brasiliense teve boas oportunidades. Em uma delas, Aldo levantou a bola dentro da área que  sobrou na marca do pênalti para Zé Love chutar no gol e Paulo Henrique, com a mão direita, impedir que a bola entrasse, mas o árbitro já parava a partida.

Aos 6′ Douglas cobrou escanteio na ponta esquerda, dentro da área Wagner Balotelli livre livre surgiu entre a marcação e cabeceou para dentro do gol de Paulo Henrique. O Brasiliense tinha começado o confronto mais importante do ano ensandecido. com um futebol que a muito não se via.

O Tocantinópolis não permaneceu muito tempo no sufoco candango. O time igualava pouco a pouco as chegadas no primeiro tempo, mesmo que seus atacantes faziam muito menos que seus defensores.

Aos 24′ falta na ponta esquerda da entrada da área, numa espécie de escanteio curtíssimo. Douglas cobrou aberto, dentro da área Badhuga cabeceou mal e a bola sobrou para Wagner Balotelli errar o passe para Douglas e encerrar uma boa chance desperdiçada pelo Brasiliense.

Mas o pior para o Jacaré na jogada foi a lesão de Zé Love que sentiu a posterior esquerda. Edson Souza precisou tirar o atacante do amor e inserir Romarinho, sacado por opção técnica na escalação inicial, no campo. O estilo tático do Brasiliense também mudava. Luquinhas foi jogar de ponta pela esquerda, enquanto Jefferson Maranhão foi ocupar o posto de Zé Love como centroavante e Romarinho ocupava a direita.

Rafaela Felicciano Metrópoles

Aos 33′ cruzamento da esquerda, Badhuga esquisito afastou a boa chance do time visitante, que tinha Elifran bem posicionado. Na cobrança de escanteio, o capital Daniel levantou muito mal e na sobra da jogada falta para o Brasiliense.

Na jogada seguida, Jefferson Maranhão cruzou pelo lado direito, a bola passou pelo por dois defensores e Marquinhos afastou mal de calcanhar. A redonda sobrou para Luquinhas, livre e bem posicionado, explodir o canto esquerdo do goleiro Paulo Henrique. O Brasiliense classificava-se naquele momento.

Rafaela Felicciano Metrópoles

Aos 38′, Marquinhos cruzou a bola na área do Brasiliense, Douglas, ao afastar a bola, preparou ela para Marquinhos Bala chutar no gol e levar Fernando Henrique a fazer grande defesa para o Jacaré. O preparo físico do time candango não era dos mellhores. Após perder Zé Love, Railan sentiu a coxa e foi substituído por Sandy.

3 minutos depois, Thiago deu passe açucarado para Elifran estar cara a cara com Fernando Henrique sair fechando todo o ângulo do atacante do Tocantinópolis e, outra vez, impedir o gol do visitante. Dali até os 48 minutos chances de pouca efetividade que não mudaram o placar.

2º Tempo: Luquinhas lidera Brasiliense na segunda etapa

Os dois treinadores mudaram na volta do intervalo. Pelo Tocantinópolis Silas e Caru nos lugares de Savio e Lourival. Pelo amarelino candango Vitor Mariano ocupou a vaga de Jefferson Maranhão. Pior, ainda, para Edson Souza que foi obrigado a tirar Aldo e colocar Sandy no começo da segunda etapa por lesão. Das 5 mudanças do time candango, três foram por motivo médico.

Aos 15” chute de longe para defesa de Fernando Henrique pelo Brasiliense. Aos 20” cruzamento no ataque do Tocantinópolis, mas a defesa do Brasiliense afastou. Com 22” jogados, falta em cima de Luquinhas do Brasiliense. Na cobrança, Marcos Aurélio levantou na cabeça de Vitor Mariano que cabeceou, mas a defesa colocou para escanteio. Na sequência Daniel cortou para o time de Tocantins.

Rafaela Felicciano Metrópoles

Aso 26” Luquinhas pela esquerda entrou na área, abriu para a canhota e mandou um tirambaço, obrigando Paulo Henrique a salvar o Tocantinópolis. Já aos 28” Vitor Mariano saiu de campo sentindo uma lesão. Com todas as trocas feitas pelo Brasiliense, restou ao jovem atacante retornar ao campo e atuar mesmo sentindo.

Rafaela Felicciano Metrópoles

Aos 33” um vacilo de Thiago Von na saída de bola do Tocantinópolis, ela sobrou para Luquinhas elevar a bola para Marcos Aurélio, no alto, ajeitar de cabeça na esquerda da grande área nos pés de Romarinho afundar no canto direito do goleiro Paulo Henrique e colocar 3-0 no placar da partida.

 

Na casa dos 43” minutos Luquinhas fez linda jogada pela direita, tocou para Marcos Aurélio que viu Vitor Mariano livre e despachou a bola para o atacante tocar no canto de Paulo Henrique e liquidar a fatura do jogo, garantindo o Jacaré no grupo 6 da Série D para encarar, dentre outros, os poderosos Atlético de Alagoinhas – vice-campeão baiano de 2020 -, Bahia de Feira e o Gama.

O que vem por aí

Agora o Brasiliense está garantido na fase de grupos da Série D 2020. O time de Edson Souza estreará no próximo final de semana contra a Caldense em dia, hora e estádio a serem confirmados. Já o Tocantinópolis entra de férias até o campeonato local de Tocantins retornar o que, ainda, não tem data.

Ficha técnica

Brasiliense 3: Fernando Henrique; Railan (Sandy), Badhuga, Rodrigo, Fernandinho; Aldo (Bruno Lima), Luquinhas, Douglas (Marcos Aurélio); Wagner Balotelli, Jefferson Maranhão (Vitor Mariano) e Zé Love (Romarinho).

Técnico: Edson Souza

Amarelo: Bruno Lima

gols: Wagner Balotelli, Luquinhas e Romarinho.

Tocantinópolis 0: Paulo Henrique; Marquinhos, Leonardo, Luan, Thiago Von (Denílson); Flávio, Daniel, Sávio (Silas), Elifran; Lourival (Caru), Marquinhos Bala (Tety).

Técnico: Neto Costa

Amarelo: Leonardo

Trio de arbitragem

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade – ES

Assistente 1: Fabiano da Silva Ramires – ES

Assistente 2: Katiuscia M Berger – ES

O post Vaga carimbada! Brasiliense vence e está no grupo A6 da Série D apareceu primeiro em Distrito do Esporte.

Fonte: distritodoesporte.com
Author: Bruno Henrique de Moura

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Facebook

Idiomas: