Yoga e esportes: Uma combinação que tem tudo para dar certo


São Paulo – O yoga é uma prática milenar que combina o uso do corpo e da mente para buscar alinhamento com a natureza ancestral. Entretanto, nos últimos anos, a modalidade vem sofrendo uma influência muito forte do universo fitness, o que trouxe para muitas pessoas a ideia errônea de que yoga é exclusivamente uma atividade física, ligada à fins estéticos.

(Foto: Divulgação / MF Press Global)

Diante disso, o professor Francisco Kaiut, um dos grandes nomes do Yoga no Brasil, explica que “a base da prática não é o alongamento muscular, mas sim o trabalho de ampliação de mobilidade, criação de estrutura articular e desenvolvimento da capacidade de foco e relaxamento”.

No Método Kaiut Yoga, “a ampliação de mobilidade e criação de estrutura articular são grandes reguladores de potenciais excessos e sobrecargas de toda e qualquer atividade esportiva”, ressalta o professor.

Durante sua carreira, Francisco Kaiut, lembra que já trabalhou com muitos atletas, de lutadores de MMA até jogadores de futebol e vôlei, e enxerga um padrão que aparece sempre: especialização em uma só função corporal e o abandono de outras. “Quando você treina constantemente para ser o melhor em um esporte, naturalmente você se especializa e especializa o seu corpo. Diante disso, busco para essas pessoas tentar equilibrar seus corpos com uma variedade de estímulos”.

Kaiut ressalta que, “no meu trabalho com atletas, a ideia foi sempre essa: não tentar compensar os movimentos que o atleta faz em excesso, mas equilibrar a carência de estímulos que esse corpo naturalmente terá.”

Francisco trabalhou com um campeão brasileiro de fisiculturismo. Um atleta jovem, praticante de um esporte super específico e exigente. Além disso, ele tinha um histórico de saúde bem complexo, pois tinha o diagnóstico de uma doença congênita que deixou sequelas. Uma cabeça de fêmur era bem maior que a outra, completamente assimétrica. Esse tipo de sequela certamente acarretaria em dores crônicas pelo resto da vida desse atleta.

No entanto, foi através de uma prática de yoga voltada para a reorganização biomecânica e a harmonização de mobilidade de todas as articulações do corpo, o primeiro grande resultado no caso desse atleta foi uma vida sem dores. O segundo foi gerar condições físicas e mentais para que ele pudesse vir a ser campeão brasileiro em um esporte altamente baseado em simetria muscular, mesmo tendo um corpo assimétrico.

Algumas coisas foram essenciais para esse resultado, destaca o professor. “Primeiro, a prática constante e variada auxiliou para que seu tempo de recuperação muscular pós-treino fosse muito melhor. Depois, a mobilidade de suas articulações também foi expandida. E com essa mobilidade extra, que garantia um fluxo sanguíneo muito superior, a resposta muscular foi muito mais eficiente. Ou seja, mais resultado com menos gasto. Zero dor, zero lesão”.

Para além da entrega de resultados para o corpo, a prática de yoga também proporciona um benefício muito importante para qualquer atleta: capacidade de foco e relaxamento. “Os constantes estímulos articulares têm um impacto direto no sistema nervoso, o que abre as portas para o desenvolvimento de uma capacidade única de foco no presente, relaxamento e objetividade. Ou seja, o atleta estará muito mais preparado para alternar entre foco de treino e um modo eficiente de recuperação muscular e nervosa”, completa Kaiut.

O post Yoga e esportes: Uma combinação que tem tudo para dar certo apareceu primeiro em Portal de Notícias D24am – Amazonas.

Fonte: d24am.com
Author: Com informações da assessoria / redacao@diarioam.com.br

Powered by WPeMatico

ESTÁDIO NACIONAL MANÉ GARRICHA

O Portal do estadiomanegarrincha.com.br é um portal independente, que reúne informações sobre notícias do esporte, jogos e eventos no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Siga-me no Twitter

Idiomas: